Fatos de Fidel Castro

Fun

1. Deus fez o mundo em 6 dias, Fidel Castro levou mais de 40 anos para destruir uma parte dele.

2. Fidel Castro não fala. Ele discursa.

3. Fidel Castro joga banco imobiliário sozinho e perde, e põe a culpa no embargo americano.

4. Se Fidel Castro governasse Oklahoma, Chuck Norris seria um refugiado.

5. Fidel Castro morreu há 10 anos atrás. Mas o diabo ainda não criou coragem para trazê-lo para o inferno.

6. Fidel Casto contou até o infinito. Tudo para calcular o tempo de seu mandato.

7. A Grande Muralha da China foi originalmente construída por Fidel Castro pra impedir a entrada de refugiados cubanos naquele país.

8. Inri Cristo pensa que é santo, Fidel Castro tem certeza.

9. Fidel Castro joga par ou impar com o espelho, escolhe par e perde, depois manda quebrar todos os espelhos de cuba pois são produtos americanos imperialistas.

10. Uma vez Fidel Castro governou o planeta Marte. Essa é a razão de não existir vida lá.

11. Biólogos afirmam que os pinguins eram aves originárias de cuba, e que resolveram migrar para antártida depos que Fidel Castro chegou ao poder.

12. Fidel Castro joga roleta russa com um revólver totalmente carregado e ganha, porque ele serpre aponta a arma para o paredão.

13. 80% das mulheres cubanas perderam a virgindade com Fidel Castro, as 20% restantes foram pro paredão ou para Miami.

14. A primeira vez que Chuck Norris conseguiu contar até o infinito duas vezes foi durante um discurso de Fidel Castro.

15. Fidel Castro faz os cubanos viverem mais de 100 anos com remérios para unha encravada.

16. Em Cuba não existe papel higiênico porque os jornais cubanos que falam bem de Fidel Castro curam hemorróidas.

17. As três maiores causas de mortes em Cuba: Fidel Castro, sífilis e bicho do pé.

18. Fidel Castro inventou o melhor remédio do mundo para emagrecer: A “Tarjeta” de racionamento.

19. Quando alguém diz que “ninguém é perfeito”, Fidel Castro leva como uma ofensa pessoal.

20. Quem ri por último ri melhor. Quem ri de Fidel Castro morre.

21. Se a série “24 Horas” fosse com Fidel Castro, ela se chamaria “43 anos”.

22. Se Fidel Castro nascesse mulher, seus pais o chamariam de Pinochet.

23. A clonagem de seres humanos é terminantemente proibida porque, se clonassem vários Fidéis Castro… melhor nem pensar nisso.

24. A verdade liberta. A menos, é claro, que você seja prisioneiro de Fidel Castro.

25. 100% dos cubanos são alfabetizados. Todos conseguem ler os dicursos de Fidel Castro.

26. Fidel Castro não come mel. As abelhas fugiram de Cuba.

27. Fidel Castro é a razão por que Wally (“Onde está Wally?”) se esconde. Ele está tentando fugir para Miami.

28. Ozzy Osbourne arranca as cabeças dos morcegos porque não mora em Cuba. Se fosse cubano, faria um ensopado.

29. Biólogos afirmam que Fidel Castro foi o motivo da extinção dos dinossauros. Ele resolveu administrar o planeta. Há 60 milhões de anos.

30. Quando o Bicho-Papão vai dormir em Cuba, ele deixa a luz acesa com medo de Fidel Castro.

31. Uma imagem vale mais que mil palavras. Fidel Castro não vale uma letra.

32. 70% do corpo humano é feito de água. Isso não se aplica a Fidel Castro. Ele não é humano.

33. Se “Exterminador do Futuro” fosse com Fidel Castro, seria um documentário.

34. O filme “Alien vs. Predador” era originalmente “Alien e Predador vs. Fidel Castro”. Mas foi cancelado, pois perto de Fidel Castro, Alien e Predador são dois ursinhos de pelúcia.

35. Sabe quem era o capitão do Titanic? Ele mesmo, Fidel Castro!

36. Para azar dos cubanos, a Tsunami aconteceu na Ásia. Se fosse em Cuba, eles teriam uma chance de sobreviver, tentando surfar até Miami.

37. Fidel Castro só pega resfriado se o vírus tentar fugir de Cuba.

38. Fidel Castro faz as cebolas de cuba chorarem.

39. Fidel Castro é dono do maior museu de carros do mundo. Lá todas as carangas são da década de 50.

40. Cuba tem a melhor educação do mundo. A educação lá é adorar Fidel Castro.

41. Fidel Castro inventou as melhores câmeras de vigilância do mundo, Os comitês de defesa da Revolução.

42. Medo não é o único sentimento que Fidel Castro pode farejar. Ele também pode sentir esperança, como “Eu espero não ir para o paredão de Fidel Castro”.

43. Para um cubano se considerar alfabetizado basta que ele soletre: “F” “I” “D” “E” “L” “C” “A” “S” “T” “R” “O”. Esse é o motivo de não existiram analfabetos em cuba.

44. Os filmes de Fidel Castro não têm diretores. Ninguém comanda Fidel Castro. Ninguém.

45. O primeiro emprego de Fidel Castro foi o de ditador. O último foi o de ditador também.

46. Fidel Castro foi o primeiro presidente indígena de Cuba. Se você está pensando “Mas Fidel Castro não é índio…”, então você está redondamente enganado. E deixe de ser racista!

47. Fidel Castro é o maior muambeiro da medicina mundial. Todos os médicos e remédios de Cuba são de mentira.

48. Se Fidel Castro fosse um antivírus, só iria funcionar em computadores XT e 286.

49. Da costela de Adão surgiu Eva. Da costela de Fidel Castro surgiu Heloísa Helena.

50. Certo dia uma cascavel mordeu Fidel Castro. Morreu envenenada.

51. A esperanca é a ultima que morre porque nao mora em Cuba. Se morasse, seria a penultima, 10 anos antes de Fidel Castro.

52. Se a vida te der um limao, faca uma limonada. Se voce morar na Cuba de Fidel Castro, a limonada vai ter que durar o mes inteiro.

53. A diferenca entre Hitler e Fidel Castro é que Hitler foi eleito.

54. Um organismo pode eliminar espinhas de peixe, pequenas sementes e vitamina C. Mas um fio da barba de Fidel Castro destroi seus rins.

55. Um dos empregos de Fidel Castro foi como office-boy. A empresa faliu na semana seguinte.

56. A unica forma de saber a idade de Fidel Castro e’ corta-lo no meio e contar os aneis.

57. Para sorte de todos os bichos, a Arca de Noé nao atracou na Cuba de Fidel Castro.

58. Qual a diferença entre o câncer e Cuba no governo de Fidel Castro? R:O câncer evolui.

59. Depois de tratamento de emergência, o médico de Fidel disse para o povo Cubano: Não há esperança… Ele vai viver.

60. Fidel Castro uma vez caminhou numa floresta. Essa regiao se transformou no que hoje em dia e’ conhecido como Saara.

61. Apesar da Cuba de Fidel Castro ter grandes atletas, nenhum deles era nadador, surfista ou remador. Adivinhe para onde eles foram?

62. Na Cuba de Fidel Castro nao se sofre com a AIDS porque Deus nao castiga duas vezes.

63. Fidel Castro governou o jardim do Édem. Adão e Eva eram Cubanos. Não tinham roupas, andavam descalços, não podiam comer maçã e ouviam dizer que estavam num paraíso.

64. Fidel Castro vai a um centro espírita e, na sessão, consegue conversar com a mãe morta: – Mãe, no próximo ano eu ainda vou estar no poder? – Sim, meu filho , vai. – E o povo vai estar comigo? – Não. Vai estar comigo.

65. Fidel Castro prometeu que vai tomar todas as providências para que ‘nenhum’ cubano vá para a cama sem comer. Vai recolher todas as camas.

66. Perguntaram para um Cubano se a Cuba de Fidel Castro era o país mais próximo do inferno. Ele disse que não. O país mais próximo do inferno é o Haiti. Cuba é o inferno.

67. Do inferno Bush liga para os EUA para saber como andam as coisas. Preço da ligação: US$ 1.000.000,00. Em seguida Fidel Castro liga para Cuba. Preço: US$ 1,00. Porque? Ligação local é mais barata.

68. Fidel Castro no leito de morte pergunta a Raul: E se eu morrer e o povo não te seguir? Raul responde: Te seguirão meu irmão.

69. Em Cuba a “unica coisa que NÃO cai” é Fidel Castro.

70. Quando Fidel entrou no poder a categoria profissional que mais empregou foi a de coveiro.

71. Em Cuba, para pedir Cuba-libre nos bares, basta passar a mão sobre uma suposta barba, e passa o dedo pelo pescoço, como se estivesse sendo degolado.

72. E 1958 muitos dizem que Cuba estava na beira do abismo. Por isso o slogan de Fidel era “Vamos dar um passo adiante”.

73. Fidel foi a um astrólogo e perguntou em que dia morreria. O Astrólogo respondeu: “Em um dia de festa nacional para Cuba”.

74. Qual a relação entre o dólar, a libra e o peso Cubano? Uma libra de pesos cubanos valem um dólar.

Fatos de Roger Waters

Fun

1 – Roger Waters escreveu os 10 mandamentos mas perdeu na justiça os direitos sobre a obra.

2 – Roger Waters inventou os oculos Ray Ban mas perdeu em uma briga judicial o direito de usar a marca

3 – A Bíblia, na verdade, são as letras do novo disco de Roger Waters, que está compondo a música desde o Gênesis.

4 – Roger Waters inventou um Xarope e chamou de Acid Cola, perdeu na justiça e outro cara registrou como Coca Cola.

5 – Porque ninguem aperta a tecla “Stop” numa gravação de Roger Waters? Porque lá de longe ele grita “I wanna go home….”

6 – George Bush e Tony Blair enviaram cartas ao Roger Waters pedindo perdão pelos anos de atrocidades após a execução de “Leaving Beirut” no Rock in Rio Lisboa, 02.jun.2006.

7 – Roger Waters está leiloando a latinha de spray usada para pichar o muro, em Israel: 100.000 doláres + impostos. O dinheiro vai para a fundação Eric Fletcher Waters.

8 – Na verdade, Roger Waters tocou TODOS teclados em TODOS álbuns do Floyd. Rick Wright era apenas mais um nas apresentações ao vivo.

9 – “Amused to Death” está sendo estudado pelo Papa e as santidades, para se tornar um apócrifo bíblico. Eles querem encaixa-lo no “Novíssimo Testamento”, que está para sair daqui a 100 anos.

10 – Se o cara que inventou a SKOL tivesse inventado Roger Waters ele não seria Roger Waters, seria David Gilmour…

11 – Roger Waters está pensando em deixar de ser ateu só para poder dar razão aos fãs que querem transformá-lo em profeta.

12 – Roger Waters se acha tão bom que chegou a contratar um assassino profissional para matá-lo. Só assim poderia, finalmente, chegar ao nível de John Lennon.

13 – A presença de Roger Waters é proibida em qualquer lugar que tenha um muro. Eles tem medo que ele queira ir lá derrubá-lo, ou transformá-lo em outro disco inédito.

14 – Roger Wates não canta. Sussurra, grita, ou usa playback.

15 – Roger Waters e Bono Vox nunca podem se encontrar. Não haveria ego suficiente sobrando no mundo.

16 – Dizem que a saída de Roger Waters do Pink Floyd não passou de um golpe de marketing. Ele compôs “A Momentary Lapse of Reason” na mesma semana que escreveu “Radio KAOS”.

17 – Depois do The Wall, Roger Waters criou um programa de computador que compôs todos os álbuns seguintes usando análise combinatória.

18 – Roger Waters nunca dorme. Ele fica sentado ao lado do abajur do Donald querendo matar Stallone e imaginando hecatombes nucleares.

19 – Roger Waters, nos intervalos entre os discos do Floyd, era um dos Ramones.

20 – ROger Waters foi o 1º homem a pisar na lua. Mas Ninguem sabe disso, pois ele não liberou os direitos de imagem a ninguem.

21 – A primeira banda de Roger Waters contava com Bach, Mozart e Chopin. Mas TODOS foram demitidos por incompetencia.

22 – Roger Waters escreveu algumas letras profeticas, ele usou o pseudônimo “Nostradamus”.

23 – Roger Waters queria impedir os Betales e os Rolling Stones de usar esses nomes para suas bandas, alegando que já possuía uma banda chamada “Roger Waters and His Beatles and Rolling Stones”. Obviamente, perdeu na justiça. E culpou Gilmour por isso.

24 – O maior arrependimento do Waters foi ter sugerido não passar na casa do Syd aquele dia…

25 – Roger Waters pediu um Big Mac no Bob’s. Ele NÂO foi atendido. E culpou Dave por isso.

26 – Roger Waters chegou em casa e escutou barulhos no andar de cima. Rapidamente percebeu que era um ladrão e gritou: “Dave, é você?”

27 – “O muro de Berlin não foi derrubado pelo povo alemão… Foi Roger Waters com o equipamento de som cantando Careful With That Axe Eugene quem o derrubou!!”

28 – Waters tentou abrir uma cadeia de super mercados chamada “The WallMart”, mas o JUIZ MANDOU DERRUBAR”.

29 – Roger Waters ficou tão chateado por não ter sido o responsável pela queda do Muro de Berlim que ele resolveu voltar lá e construir o muro de novo. Só para poder derrubá-lo.

30 – Roger Waters, de fato, escreveu os Dez Mandamentos. Mas ficou puto quando Deus quis que David Gilmour os tocasse.

31 – Não é possivel agradar a Gregos e Troianos, Arabes e Judeus, Waters e Gilmour.

32 – Ao contrário do que se acredita, a mãe de Roger Waters não tinha um coração atômico, mas sempre sabia onde ele estava, checava todas as namoradas dele e era boa em construir muros.

33 – Roger Waters era barrado em todas as reuniões de pais e mestres dos filhos, porque ele sempre dizia aos professores para deixar as crianças em paz.

34 – Quando Roger Waters ligava para casa e a telefonista dizia que havia um homem com sua mulher, ele logo pensava: Ela já está com o Dave de novo.

35 – Um pool de fabricantes de televisores de plasma pensou em Roger Waters para garoto propaganda, mas lembrou, “o cara vai quebrar tudo”…

36 – O Inmetro cogita a idéia de contratar Roger Waters para testar a resistência de televisores no Fantástico

37 – A empresa que Roger Waters contratou para erguer o muro no Show em Berlim 1990 era do Sérgio Naia.

38 – Uma musica q será lançada no seu novo “Rock Album” Roger Waters narra um passeio q fez no deserto. Nesse passeio Roger fala q foi tentado pelo diabo… Mas tarde confessou a amigos intimos que culpou David Gilmour por isso.

39 – Em Montreal, 1977 Roger Waters foi cuspir em David Gilmour e acabou acertando acidentalmente, um fã q estava na 1ª fila.

40 – Não existe uma pessoa no mundo na musica q já não tenho sofrido criticas acidas de Roger Waters.

41 – Nunca na historia da Inglaterra um 1º ministro teve o apoio de Roger Waters.

42 – Originalmente o “Mr Screen” (telão do pulse) era chamado por Roger Waters de “Mr Gilmour”. (CORREÇÂO HISTÓRIA: Eles usam o Mr Screen desde 77, na turnê do Animals).

43 – Roger Waters teve a ideia de fazer a capa do “Animals” e a musica “Pigs on The Wings” assim que soube que David Gilmour estava tendo aulas de piloto de avião.

44 – Roger Waters é tão foda, que Bach e Mozart escreviam músicas para Deus. Roger Waters escreve para ele mesmo.”

45 – A foto na contra-capa do LP “The Final Cut” foi usada por Roger Waters, sem sucesso, como prova da traição de Dave Gilmour.

46 – Quando os jornais britânicos afirmaram que Keith Richards, guitarrista do Rolling Stones, era deus, Roger Waters apenas sorriu e pensou: – Ainda não foi dessa vez que me descobriram…

47 – Roger Waters e Miguel Falabella nunca dormem (e nem deixam ninguém dormir…)

48 – Quando Roger Waters morrer, serão necessários 3 caixões: Um para o corpo, outro para o ego e outro para a lingua (já existe um 4º caixão que guarda o seu queixo, aguardando pelo funeral)

49 – Antes de se decidir sobre como iria se parecer depois das dezenas de cirúrgias plásticas às quais se submeteria, Roger Waters fez uma pesquisa na Internet para escolher um rosto bem carismático: O escolhido foi Richard Gere.

50 – Roger Waters é citado no Apocalipse: É a quarta besta, que viria depois de Margareth Tatcher, do Príncipe Charles e de Ritchie (ele não aguentou esperar e veio antes de Ritchie…)

51 – Quando se preparava para descer à terra, Roger Waters se precipitou, e acabou se esquecendo de passar na fila da humildade (em compensação, passou na fila de queixos por duas vezes…)

52 – Alguns estudiosos apontam Roger Waters como a prova da evolução de nossa espécie na terra. Waters prefere pensar em si mesmo como uma evolução celestial na terra. Nick Mason prefere não pensar nisso (nem em mais nada…), Wright não apareceu para opinar e Gilmour não entendeu a piada.

53 – No episódio bíblico do apedrejamento da adúltera, sua sorte foi Roger Waters não estar presente.

54 – Roger Waters foi convidado por Carlos Alberto Parreira para fazer parte de uma nova idéia tática para a Seleção Brasileira: O Pentágono Mágico. Infelizmente teve que declinar do convite, obrigando Parreira a se contentar com um quadrado.

55 – Roger Waters tem uma dúvida que vive atormentando-o: Quando chegar às portas do Paraíso, deve pedir licença para entrar, ou aguardar que São Pedro lhe peça a benção?

56 – Quando vai a alguma lanchonete, e lhe perguntam: “O que vai querer?”, Roger Waters responde: “O que EU quero, EU consigo”.

57 – Se você bater em uma porta de banheiro e escutar: “Is there anybody out there?”, pode crer que é Roger Waters.

58 – Ninguém sabe, mas os gritos da garota possuida pelo demonio no filme “O exorcista” foi gravado pelo Roger Waters, com ajuda de uma parafernália eletronica, sofisticadissima;

59 – Roger Waters perdeu na justiça, para uma cadela chamada Nobs, o direito de autoria dos uivos na música Seamus.

60 – Roger Waters inventou a internet para ter onde arquivar todas as letras escritas por ele.

61 – Roger Waters inventou o avião… mas se arrependeu profundamente mais tarde quando descobriu que Davig Gilmour estava pilotando.

62 – Roger Waters sentou numa pilha de pedras, e olhou para o osso quebrado na sua mão. Então os sons musicais de um quarteto Vienense, ecoaram pela terra. Então Waters olhou para as estrelas e pensou para ele mesmo: “Gilmour, pare de olhar aí de cima!”

63 – Os gritos que Roger Waters dá em “Careful with That Axe Eugene” são gritos de raiva ao descobrir que David Gilmour toca baixo melhor que ele.

64 – A diferença entre Deus e Roger Waters é bem simples: Roger Waters foi cientificamente comprovado (os cientistas se arrependem disso até hoje…)

65 – Roger Waters treina a seleção de futebol argentina: Ele usa o pseudonimo de José Pekerman.

66 – Roger Waters pra provar q além de fazer musica, também é um excelente ator e interprete, fez filmes usando o nome de Richard Gere. (Ver fato 49)

67 – Um cara chamado Eugene teve um acidente com um machado amputando seus dedos no final dos 60. Mais tarde processou Roger Waters por não tê-la avisado antes do perigo.

68 – A guerra das Malvinas foi um engôdo, a verdadeira disputa era que a Argentina tem certeza que Roger Waters é “hermano”…. (desculpem, não podia deixar passar).

69 – Quando Roger grita “Tear Down the Wall” é a deixa para que seu segurança particular, Chuck Norris, dê um “roundhouse kick” no muro. Com o Gilmour ainda lá em cima…

70 – Galvão Bueno foi chamado para fazer o juiz de The Trial, mas como não deixava ninguem falar, Roger Waters resolveu fazer todos os papeis ele mesmo.

71 – Roger Waters fez a voz do juiz em The Trial, porque ninguem pode julgar Roger Waters. Ninguem!

72 – Roger Waters só lançou Radio KAOS pra mostrar a David Gilmour que ele consegue fazer algo pior que Momentary Lapse of Reason.

73 – Foi Roger Waters quem criou os “100 fatos sobre Chuck Norris”! Está tudo lá, cantado por ele em uma língua estranhíssima na música “Several Species of Small Furry Animals Gathered Together in a Cave and Grooving with a Pict”.

74 – Irritado por ver que algum maluco conseguiu decifrar a letra e publicá-la na internet, Roger Waters gentilmente pediu para seus amigos membros da GLOW escreverem os “100 fatos sobre Roger Waters” pra provar que foi ele quem criou Chuck Norris.

76 – É verdade que foi Gilmour quem “dobrou” o baixo de Waters na música “One Of These Days”. Mas isso só foi possível porque quando Waters chegou no estúdio com a música toda já gravada em sua casa, ficou com dó de Gilmour e resolveu dar uma chance pra ele.

77 – A muralha da China só foi construída porque Roger Waters estava distraído compondo uma ópera que séculos depois seria chamada de Ça Ira…

78 – Ninguém sabe, mas depois do muro de Berlim Roger Waters quer derrubar a muralha da china… Berlim foi só aquecimento.

79 – Roger Waters gastou metade de sua voz durante as apresentações de Careful With That Axe Eugene nos anos 70. A outra metade foi gasta praguejando Gilmour nos anos 80.

80 – Dietas exóticas: Diz a lenda que Ozzy Osbourne comeu morcegos uma vez, Chuck Norris comeu Ozzy Osbourne, Michael Jackson comeu criançinhas e Lula não sabia o que comia. Roger Waters comeu sua própria banda e cuspiu no prato.

81 – Após dispensar Eric Clapton por incompetência técnica ao final da turnê de “The Pros and Cons…” Roger Waters concluiu que ele mesmo teria que tocar guitarra. “- Se você quer algo bem feito, faça você mesmo”. Assim ele concluiu seu trabalho seguinte, um KAOS em todas rádios.

82 – Roger Waters não pede desculpas. Ele EXIGE!

83 – O próximo album de Roger Waters falará sobre os conflitos que levaram a fragmentação da ex-URSS. Espera-se também uma opera rock sobre petróleo/guerra do Iraque e um album duplo sobre a revolução russa. Ainda não há previsão para os futuros temas. No momento ele aguarda o início de outros conflitos ou gerras importantes para começar a escrever…

84 – Roger Waters nunca teve sorte com as mulheres. E ele culpa Gilmour até hoje por isso.

85 – O seriado “Band of Brothers” que retrata as lembranças de uma tropa de paraquedistas durante a 2a guerra mundial originalmente conteria trilha sonora composta por Roger Waters. A trilha foi substituída pois Roger Waters insistia que os 10 capítulos deveriam ter o formato de um musical e que assim como em Ça Ira, precisaria de mais tempo para finalizar o trabalho.

86 – Outro motivo da substituição da trilha foi a exigência de que todos os personagens do filme se chamassem Eric Fletcher e que todos os episódios se passassem em Anzio, na Itália.

87 – Mas a gota d’água mesmo foi a exigência para mudar o foco do seriado para um garotinho que seria filho de um soldado morto em combate e esquecido pelo Papai Noel.

88 – Errar é humano. Perdoar é divino. Roger Waters não erra, e não perdoa nunca.

89 – Roger Waters está, há anos, tentando receber os direitos autorais pelo CD-RW, que ele jura querer dizer “CD do Roger Waters”. O DVD-RW é o próximo.

90 – O argumento usado por Bob Geldof para convencer Waters de reunir-se no Live8 foi de que os outros três tinham pedido uma chance de fazer uma participação especial no show solo de Roger Waters. Até a noite do show Waters estava certo de que era show solo dele, por isto ele já está conversando com seu batalhão de advogados para saber quem ele pode processar e por quê.

91 – Roger Waters não dubla a ele mesmo, Roger Waters interpreta Roger Waters.

92 – Roger Waters quer processar os produtores de “Superman Returns”. Segundo Waters, os caras estavam simplesmente plagiando o Live 8.

93 – Roger tanto brigou, que o mp3 virou mp4. Afinal, eles sempre foram quatro…

94 – Logo após lançar “Kill Bill”, Quentin Tarantino recebeu um script anônimo assinado “RW”. O título era simplesmente “Kill Dave” (Richard Gere está em negociações para interpretar o papel principal).

95 – …………..

99 – Roger Waters tinha 100 fatos sobre ele… mas perdeu na justiça o direito de usar o 100º fato.

10 dicas pra dormir no trabalho

Dicas,Fun

As dez melhores coisas para dizer se você for pego dormindo no trabalho…

———-

01. Eles me disseram no banco de sangue que isso poderia acontecer.
02. Isto é só um cochilo de 15 minutos para recuperar as energias, como foi ensinado naquele curso de gerenciamento do tempo que vocês me mandaram fazer.
03. estava imaginando como é a vida de um cego.
04. Eu não estava dormindo! Eu estava meditando sobre a missão da empresa e tentando descobrir um novo paradigma.
05. Eu estava verificando se meu teclado é resistente a baba.
06. Eu estava fazendo um exercício altamente específico de Yoga para aliviar o stress do trabalho. Vocês descriminam pessoas que praticam Yoga?
07. Por que você me interrompeu? Eu estava quase chegando numa solução para o nosso maior problema.
08. A máquina de café está quebrada.
09. Alguém deve ter posto café descafeinado no pote errado.
10. …do Filho e do Espírito Santo. Amém.”

Engane seu corpo

Dicas

Às vezes nos deparamos com algumas situações realmente difíceis com nosso corpo. Aí a querida revista Galileu desse mês elaborou uma listinha com 10 situações cotidianas e suas soluções.

———-

1. VONTADE DE FAZER XIXI? PENSE EM SACANAGEM
Pensar em sexo mantém o cérebro ocupado, por isso o desconforto parecerá menor. Temos dois impulsos da urina. Quando a bexiga expande, gera um estímulo de urinar, chamado primeiro estímulo, que é suprimível. Agora há um segundo, que é quando a bexiga está com seu volume máximo suportável. Se for esse o caso, aí não adianta pensar em nada.

2. PREVINA A MIOPIA
Segundo a oftalmologista norte-americana Anne Barber, a miopia raramente é resultado da genética. A principal causa é forçar a visão: ficar muito tempo em frente ao computador ou à televisão, por exemplo. Para evitar isso, de tantas em tantas horas durante o dia, feche seus olhos, contraia seu corpo, respire profundamente, e após alguns segundos expire e solte os músculos ao mesmo tempo. Apertar e soltar os músculos, como bíceps e glúteos, pode fazer com que outros músculos, como os dos olhos, relaxem também.

3. APAGUE O FOGO COM AS MÃOS!
Quando queimar o dedo acidentalmente no fogão, limpe a pele e exerça uma leve pressão com a ponta de outro dedo. O gelo iria aliviar a dor mais rapidamente, mas, como o método natural faz com que a pele volte à temperatura normal, há menos chances de formar bolhas.

4. SE A GARGANTA ARRANHAR, COCE A ORELHA
Quando os nervos da orelha são estimulados, isso cria um reflexo na garganta, que causa um espasmo muscular. Esse espasmo alivia a coceira da garganta. Mas esse alívio varia de indivíduo para indivíduo e também depende do tipo de coceira. Por exemplo, o pigarrear do fumante é resultante da tentativa do organismo em manter a fisiologia da traquéia adequada, produzindo muco excessivo. Isso gera irritação, coceira e tosse. Essa coceira não irá melhorar nem esfregando a orelha com palha de aço.

5. MEDO DE AGULHA? TUSSA
Cientistas alemães descobriram que tossir durante a aplicação de injeção pode diminuir a dor provocada pela agulha. De acordo com os pesquisadores, isso causa um aumento repentino e temporário na pressão exercida no peito e no canal da espinha, inibindo as estruturas condutoras da sensação de dor na medula espinhal. Mas essa inibição é muito rápida, só vale no momento da picada. Há vários tipos de injeção. Por exemplo, a intramuscular, que gera muita dor, e a intradérmica, que gera só a dor da picada na pele. Somente esta última pode ser suprimida por outro estímulo.

6. PARA COMBATER A AZIA, MUDE DE LADO
Estudos mostram que pacientes que dormem virados para o lado esquerdo têm menos chances de sofrer de refluxo estomacal. O estômago e o esôfago estão conectados em um determinado ângulo. Quando você dorme virado para o lado direito, o estômago fica mais alto do que o esôfago, permitindo que a comida e o ácido estomacal deslizem para sua garganta. Quando você vira para o lado esquerdo, o estômago fica mais baixo do que o esôfago, e a gravidade a seu favor. Dependendo da azia, não adianta nem ficar de ponta-cabeça, é preciso procurar um médico.

7. PARA EVITAR AQUELA DOR DO LADO QUANDO VOCÊ CORRE, EXPIRE QUANDO SEU PÉ ESQUERDO TOCAR O SOLO
Se você é como a maioria das pessoas, quando corre, você expira quando seu pé direito toca o chão. Isso coloca pressão no seu fígado (localizado no lado direito), que o repassa para o diafragma e produz aquela “dorzinha do lado”. Por isso o conselho é exalar o ar quando seu pé esquerdo tocar o chão.

8. FAÇA O MUNDO PARAR DE GIRAR
Para acabar com aquela tontura resultante de uns drinques a mais, basta colocar suas mãos em algum lugar estável. O órgão responsável pelo equilíbrio, a cóclea, flutua em um fluido que tem a mesma densidade que o sangue. À medida que o álcool dilui o sangue na cóclea, o órgão se torna menos denso. Isso confunde o cérebro. A informação tátil de um objeto estável dá ao cérebro uma “segunda opinião”, e você fica mais equilibrado. Como os nervos das mãos são muito sensíveis, a tática funciona melhor do que manter os pés no chão.

9. DERRETA SEU CÉREBRO
Para evitar aquela dor de cabeça característica de quando se toma uma grande quantidade de sorvete muito rápido, pressione sua língua contra o céu da boca. Não é nenhum tipo de simpatia ou mandinga, como pode parecer. Como os nervos da região ficarão extremamente gelados, seu corpo irá pensar que seu cérebro também está congelando. Quanto mais pressão você aplicar no céu da boca, mais rápido a dor de cabeça irá diminuir.

10. O CORAÇÃO DISPAROU? ASSOPRE!
Para controlar o nervosismo que que antecede a entrevista de emprego ou o primeiro encontro, assopre bastante (num saquinho, no seu dedo ou em qualquer outro lugar). A estratégia funciona porque, quando sofremos uma grande descarga nervosa e não estamos em movimento, temos uma hiperventilação. Quando isso acontece, temos um aumento na concentração de oxigênio em um lugar chamado gás alveolar, que se localiza no alvéolo pulmonar (onde ocorrem as trocas de gases no pulmão). Quando respiramos dentro de um saquinho, por exemplo, o efeito é a diminuição da freqüência cardíaca, devido à redução do oxigênio no gás alveolar. Isso faz com que a freqüência cardíaca volte ao normal rapidamente, sem precisar de calmantes.

Isso não salva uma vida.
Mas salva um momento…

Fonte: Pudim de beterraba

Letras e seus segredos

Curiosidades

A tipografia é uma das partes mais importantes do design, seja qual for o suporte em que ele se apóie.A escolha inadequada de uma família de letras pode destruir o tom da comunicação.

No entanto, é de se estranhar a falta de atenção que se dá ao desenho dos alfabetos. Várias letras que nos são velhas conhecidas guardam segredos. Você é capaz de dizer, por exemplo:

01. O que quer dizer (e de onde vem) a “cedilha” do Ç?
02. Por que a letra ß alemã quer dizer “ss” e não “b”?
03. Como surgiu o caractere & e por que ele se chama “ampersand”?
04. Como surgiu o caractere @ e onde mais ele é usado além de e-mails?
05. Quando surgiram as minúsculas e quando se propôs sua extinção?
06. Por que textos antigos não tinham letras sem serifa?
07. O alinhamento de texto mais recente é à esquerda, à direita, centralizado ou blocado?
08. Por que não se chama texto blocado de “justificado”?
09. Por que é tão difícil de se calcular em números romanos?
10. Qual a diferença de se usar bold e itálico em um bloco de texto?

Veja as respostas…

———-

01. O que quer dizer (e de onde vem) a “cedilha” do Ç?
Analise o som do “ç” – ele não é um S, mas tampouco não é um C ou um Z.
Em espanhol, percebeu-se que ele poderia ser a união dessas duas letras. Mas “ç” é muito diferente de “cz”, pensariam todos.
É verdade. Mas e se o som do C fosse forte e o do Z mais fraco? Um “c-zão” com um “z-zinho”, ou mesmo um “c com z-zinho”? Pode ser… some-se ao fato que a letra Z em espanhol se chama “zeta” e seu diminutivo, “zedilla” e teremos “c-zedilla”.
Daí foi só traduzir.

02. Por que a letra ß alemã quer dizer “ss” e não “b”?
Essa sempre me intrigou. Até ver que, em alfabetos medievais, existiam dois sinais diferentes para a letra S, um para indicar o som forte de “sapo”, outro para o som suave de “pedras”.
Para indicar o “s forte”, usava-se uma letra diferente, muito parecida com um “f”, só que sem a haste.
A letra alemã, significando “ss”, juntava as duas letras, que, ligadas, formavam um caractere parecido com a ß grega, mas de um uso completamente diferente. Tanto que, em alemão, ela se chama “eszet”.

03. Como surgiu o caractere & e por que ele se chama “ampersand”?
O sinal de & surgiu para simbolizar a letra “et”, que vinha do latim e que queria dizer algo como “mais, união” – era, portanto, mais abrangente que um simples “e” e por isso é tanto usada em parcerias comerciais.
Seu formato vem da escrita cursiva rápida: ao se escrever as duas letras juntas, acabou-se por se desenvolver uma letra que simbolizasse ambas (em caracteres como Garamond itálico fica muito mais fácil de se ler o “et”).
Ela era colocada no final do alfabeto e seu nome era simplesmente “et”, o que dava bastante confusão. Para tentar diminuir o problema, as pessoas se referiam a ela como “et per se and” – ao juntar as palavras todas, ficava mais fácil se referir àquela letra (o “et” que queria dizer “and”) por sua corruptela, “ampersand”.

04. Como surgiu o caractere @ e onde mais ele é usado além de e-mails?
Esse tem a mesma origem do ampersand. Vem de “at” e nunca foi letra – era um símbolo gráfico de referência a lugares, posições ou até salários. Até hoje é comum ver o sujeito sentado @ mesa 9 ou recebendo uma proposta para trabalhar @ US$ 60.000/ano.

05. Quando surgiram as minúsculas e quando se propôs sua extinção?
As minúsculas cursivas (a famosa letra de mão) vêm da idade média, mais precisamente do Sacro Império de Carlos Magno, época em que se tornou necessário produzir muitas bíblias para as colônias do território em expansão. Como todos sabemos, elas são mais rápidas de se escrever que um texto todo em maiúsculas.
Como eram letras menores e menos trabalhadas, eram chamadas em latim de minor – minuscule, em contraposição às letras major – majuscule, utilizadas nos começos de sentença, para se referir a Deus e aos nomes próprios.
Em alemão, os substantivos também começam em maiúsculas, o que levou as letras tradicionais a terem suas hastes ascendentes de uma forma diferente, mas isso é outra história.

06. Por que textos antigos não tinham letras sem serifa?
Por tradição. Poucos liam e menos ainda escreviam. Se a serifa vinha do Império Romano e era usada na Bíblia, poucos tinham coragem de questioná-la. Para completar, até o fim do século XIX era muito difícil ter tecnologia para se produzir uma letra efetivamente com ou sem serifa.
Se você analisar com calma um documento antigo, verá que essa questão não é tão precisa.

07. O alinhamento de texto mais recente é à esquerda, à direita, centralizado ou blocado?
Essa é fácil: à direita. Blocado vem do Império Romano, centralizado desde a Bíblia, alinhado à esquerda surge com as primeiras tipografias e à direita só no século XX, em movimentos como a Bauhaus, o Dadá e a Neue Typographie.

08. Por que não se chama texto blocado de “justificado”?
Porque é um falso cognato, uma tradução mal-feita. “Justified” em inglês quer dizer “ajustado”, sem espaços nas margens. O que não tem nada a ver com erros e justificativas, a não ser que você use esse alinhamento em um bilhete pedindo desculpas.
O argumento “programas de computador usam o termo” não é exatamente uma boa desculpa, já que eles também usam “salvar” em vez de “gravar”.

09. Por que é tão difícil de se calcular em números romanos?
Porque eles não foram feitos para isso – naquela época se calculava em ábacos e só se usava o alfabeto romano para registrar o resultado. Por mais que pareça insano, era um dos primeiros sistemas de criptografia, já que é praticamente impossível de se falsificar um inventário talhado no mármore. Pense no seu talão de cheques, veja como é fácil mudar os números.
A idéia de símbolos que serviriam para registrar quantias e também para operá-las surgiu na Índia e chegou ao ocidente pelos países árabes, que chamavam essas “letras especiais” de algo como “al-kharism”, que virou algarismo e, mais tarde, algoritmo.

10. Qual a diferença de se usar bold e itálico em um bloco de texto?
Como bem definiu o designer gráfico Marcelo Martinez, “um grifo é um grifo” – ou seja, você pode até usar qualquer marcação, contanto que não mude as regras no meio do jogo. Se usou bold para se referir a nomes de autores, continue a usá-lo até o final do texto.
Muito bom, mas isso não responde a pergunta. Em linhas gerais, uma palavra em bold é exatamente o que o termo em inglês sugere: assertivo, confiante, um pouco agressivo e folgado. Ela é mais escura, portanto é lida primeiro e tende a ser vista várias vezes, enquanto outras linhas são lidas. Funciona mais ou menos como levantar um pouco a voz: não é gritar, mas é bastante firme.
Já o itálico (a origem do nome eu conto outro dia) tem uma função bem diferente. Como muda o eixo das letras – e conseqüentemente a forma das palavras – a leitura se torna mais lenta, segue um outro tom. Por isso é usada para citar palavras estrangeiras pouco usadas (connoisseur sim, marketing não) e citar pessoas (bem ou mal, é como imitar a voz de alguém).
Mas isso são só sugestões. Como muito bem diz o Marcelo, a regra é livre contanto que seja seguida.

Fonte: DWD3

20 dicas para exercitar a criatividade

Dicas

Antes de mais nada: não existe “receita mágica” para se ter idéias diferentes. Qualquer um que tente convencê-lo do contrário tem boas chances de, na melhor das hipóteses, estar iludido – ou não saber ao certo o que criatividade significa. Afinal de contas, a partir do instante em que haja uma fórmula para se pensar novas coisas, elas já não serão mais novas.

Não sou psicólogo nem “criativólogo”, tudo que conheço na área vem de prática e observação. Quando estou bloqueado, sempre penso em crianças e no que elas fariam. Observando-as, descobri algumas atitudes que podem ajudá-lo a buscar saídas originais para os mesmos velhos problemas. As 10 primeiras dicas seguem algumas delas:

01. Relaxe
Essa é a dica mais importante. Para se ter idéias é preciso estar em um estado de espírito tranqüilo, com o mínimo de estresse possível. Pense em outras atividades que sempre mudam: dançar, cozinhar, fazer piadas… sob pressão, buscamos atalhos para o raciocínio, e as velhas rotas são sempre mais rápidas e seguras.

02. Colecione tudo que puder
Rótulos, embalagens, folhas, revistas velhas… junte todas as tranqueiras que conseguir. Quando reciclada, essa velharia que inferniza o seu próximo pode ser de grande serventia.

03. Seja curioso
Aprenda outras coisas, não tenha medo de perguntar tudo, mesmo que não tenha nada a ver com a sua área. Os verdadeiros criativos não são esnobes nem auto-centrados. Quem age assim normalmente é só inseguro.

04. Mexa-se
Dê uma caminhada, tome um banho. Ative sua coordenação motora e oxigene o cérebro. Dormir também pode ser uma boa, contanto que você tenha um caderno de notas à mão.

05. Redecore sua mesa, desktop, espaço de trabalho
Mude a posição de mesas, cadeiras e livros, troque seu ponto de vista, coloque objetos interessantes ao alcance da mão, provoque seu subconsciente.

06. Tome notas
Picasso, Hemingway e muitos outros nunca saíam de casa sem seus caderninhos Moleskine. Boa parte das “sacadas” tende a desaparecer quando tentamos fixá-las na memória. Anote tudo sem compromisso com o layout ou mesmo com a gramática. O caderno não é um diário nem um blog. É seu e só seu.

07. Desapegue
Dê parte das suas coisas, empreste, troque. Faça o mesmo com suas idéias. Nunca tenha medo que alguém as “roube”. Tenha em mente que, ao contrário de mercadorias, quando se trocam idéias elas não deixam suas mãos. Pelo contrário, ficam mais fortes.

08. Pergunte “por que as coisas são do jeito que são?” pelo menos umas cinco vezes por dia
Faço isso há anos, o que já me levou a diversas situações constrangedoras.

09. Desmembre
Divida frases, situações, objetos em diversas partes, nem que seja para descobrir que o todo é muito maior que a soma delas. Ao dividi-las, os objetos e conceitos “grandes” e assustadores são transformados em objetos menores e muito mais maleáveis.

10. Observe o mundo à sua volta
Preste especial atenção a crianças, camelôs, uniformes, pessoas “diferentes”, artistas e suas obras, brechós, locais abandonados, plantas, mapas, diagramas técnicos, lojas especializadas… há uma enorme riqueza pictórica no mundo.
Se nada disso der certo para se ter uma boa idéia, pelo menos será garantia de diversão e relaxamento, o que sempre é lucro.

———-

Por mais que todas as teorias de educação preguem o contrário, o fato é que as escolas treinam as crianças para que busquem a solução CORRETA, não a criativa. A maioria das pessoas nasce relativamente livre para ser, com o tempo, continuamente reprimida até quase não sobrar idéias. Em outras palavras, a criatividade é inata; a “caretização”, aprendida.

Esse sistema predatório em busca de “resultados” torna a massa extremamente dócil, já que, em qualquer cultura, é preciso coragem para se ter idéias novas. E muito, muito mais coragem para expô-las. Quantos não pensaram que a Terra era redonda mas não eram machos o suficiente para dizê-lo? E que o homem e o macaco tinham um antepassado em comum? Mesmo hoje, quantos não reprimem idéias que poderiam levar a um mundo melhor apenas pelo medo do ridículo?

Pois é. Para se ter idéias novas é preciso motivação, encantamento, relaxamento e, acima de tudo, uma baita duma coragem. Com isso em mente, seguem mais 10 dicas:

11. Informe-se
A inspiração não surge do nada. Pessoas criativas normalmente conhecem a fundo os temas sobre quais opinam.

12. Desfoque
A pressão para pensar em um único tema é uma inibição latente. Por mais que falem maravilhas de se permanecer “concentrado”, é sempre bom ter em mente que esse processo restringe e limita idéias novas.

13. Busque experiências diferentes
Entre em contato com manifestações artísticas ou atividades físicas inéditas. Novos esportes, radicais ou não, tipos de dança ou coreografias como Capoeira, livros de autores desconhecidos ou inéditos para você (Dostoiévski, por exemplo). O mesmo vale para gêneros musicais e artísticos em geral.

14. Tire um tempo para si
Procure reservar de 15 minutos a meia hora por sessão, pelo menos umas três vezes por semana, para escrever, desenhar, tocar algum instrumento ou mesmo cochilar, sem ser interrompido.

15. Redefina visuais
Desenhe um mesmo objeto de vinte ou mais formas diferentes. Se não souber desenhar ou estiver com preguiça, procure fotografar um mesmo objeto de 50 formas diferentes.

16. Fotografe sua rua
Aproveite que câmaras digitais tornam a fotografia uma experiência barata e condicione seu olhar. Sem sair de casa ou de sua rua, fotografe texturas, folhas, cores, formas. Se aproxime de objetos cotidianos como tampas de bueiros e os explore visualmente.

17. Exagere
Amplifique detalhes de sua experiência ou de sua relação com o mundo. Veja seu cotidiano pela ótica de uma criança de seis anos ou menos. Transporte-se para um olhar diferente do seu.

18. Interrompa seu dia
Pare por alguns instantes e faça algo que demande atenção, de preferência física. Regue plantas, por exemplo. Isso ajuda a desfocar e quebra a concentração. Vá tomar um café, converse com alguém alheio ao problema (mas não se prenda ao assunto que está trabalhando).

19. Copie
Por mais que pareça feio, essa atividade não tem nada a ver com plágio, muito pelo contrário. Ao copiar uma obra pronta sem saber qual foram as etapas seguidas para sua realização, você é obrigado a refazer o caminho passo a passo. Nesse processo, muitos desvios aparecem, sugerindo soluções mais adequadas. Para tornar o tópico mais divertido, copie coisas que não têm nada a ver com seu trabalho: esculturas, peças de teatro, prédios etc.

20. Mova do literal para o pictórico
Desenhe, diagrame ou busque fotografias que ilustrem sensações ou situações cotidianas. O barulho de um mosquito, o cheiro de pipoca etc.

———-

Mesmo que essas dicas todas não te ajudem, certamente não farão mal. Tenha em mente que aquele tipo focado e concentrado, o tipo que nunca se desvia do assunto, pode até ser bom profissional, mas é chatérrimo.

Fonte: DWD3

10 dicas de como NÃO fazer uma excelente apresentação

Dicas

Não importa se você usa Powerpoint, OpenOffice Impress, Magic Point, slides ou mesmo transparências: os recursos visuais são uma grande ajuda para fixar a sua apresentação na mente da platéia. Mas, se não forem bem utilizados, tendem a se transformar automaticamente em um obstáculo entre você e o público. E o que é pior: você pode nem notar.

Tenho assistido a uma grande quantidade de apresentações nos últimos anos, e preparei também o meu próprio quinhão. E abaixo está o meu checklist de o que NÃO fazer ao preparar e exibir uma apresentação, incluindo vários erros que eu mesmo já cometi e ocasionalmente ainda cometo. Sinta-se à vontade para usar e divulgar – o público das milhares de palestras apresentadas todos os dias no Brasil agradece!

Assim, se você quiser que o seu público durma, ou que ele troque sua apresentação por um intervalo para tomar cafezinho, ler uma revista, desenhar na margem da apostila ou simplesmente conversar com o vizinho, basta seguir os passos a seguir.

Mas se você quiser cativar seu público e transmitir sua mensagem, faça o contrário de todos os itens!

01 – Leia os slides. Não os use para o que realmente servem, mas sim como uma gigantesca cola, da qual você lê literalmente, sem nem ao menos acrescentar comentários. Se quiser piorar, use um tom de voz monótono e ocasionalmente repita algumas frases, erguendo a sobrancelha esquerda para denotar importância daquele ponto.

02 – Superpopule seus slides com blocos enormes de texto, com a menor fonte que conseguir – Times 11 é um bom começo. Para dispersar a atenção da sua audiência, limitar-se a pontos e palavras-chave é tudo que você não quer. E o esforço adicional para ler tudo enquanto você fala vai ajudar a inspirar no público o desejo de ir ver se o coffee break já está disponível.

03 – Use todos os recursos sonoros e de animação que você aprendeu na semana passada. Faça com que cada título e frase surja de uma direção diferente, preferencialmente letra por letra. Aguarde a mensagem se completar na tela, olhando para ela (e jamais para o público) antes de prosseguir sua explicação.

04 – No que diz respeito ao estilo visual, seja 8 ou 80: ou use o árido estilo default, com letras pretas sobre fundo branco, ou procure o estilo mais chamativo que encontrar, formando um ilegível carnaval mexicano na tela.

05 – Coloque ilustrações engraçadinhas e não relacionadas ao tema da apresentação, mal cortadas ou mal redimensionadas, sem casar com as cores e formato do slide. Ou use aqueles cliparts do Office 97…

06 – Use recursos multimídia. Tente sincronizar com uma música de fundo. Ao perceber que não deu certo, interrompa e recomece a apresentação e o áudio. Faça uma pausa de 5 minutos até que o técnico ajuste tudo de novo. Se possível, faça com que o áudio seja ouvido apenas por quem está sentado nas 3 primeiras filas, e faça referências constantes a ele em suas explicações.

07 – Não prepare nem ensaie a seqüência certa de slides. Fique pulando alguns e depois retornando a outros, constantemente. De forma alguma permita que o público tenha uma idéia de continuidade, ou de quantos slides faltam para a conclusão. Não informe a duração da apresentação no primeiro slide, e deixe claro que os slides foram copiados e colados de outras apresentações com mais de 5 anos de idade.

08 – Cometa erros de ortografia, gramática e conceituação. Preferencialmente nos títulos. Erre seu e-mail e telefone de contato.

09 – Copie o seu arquivo de apresentação para um disquete (ou outra mídia ainda menos confiável) sem levar junto outros arquivos de multimídia, relatórios ou mesmo fontes referenciadas pela apresentação. Não faça nenhum ensaio no ambiente real da apresentação, e perceba a ausência dos arquivos apenas no momento da verdade. Interrompa a apresentação por alguns minutos para tentar descobrir por que o vídeo que deveria estar ali não está, ou por que os títulos estão todos em fonte Dingbats. Coloque a culpa no técnico do auditório, e perca a seqüência do que você queria dizer.

10 – Jamais leve uma segunda cópia da sua apresentação. Use a mídia mais vagabunda que encontrar: um disquete velho, um CD-RW que veio de brinde com o seu gravador em 2002, um pen drive que ficou na chuva… Se levar seu próprio notebook para o auditório, deixe para conectá-lo apenas no momento do início da sua apresentação, e só aí descubra que a saída de vídeo dele não é do mesmo padrão que o projetor. Paralise tudo por 15 minutos.

Siga as dicas acima e ninguém irá prestar atenção na sua apresentação. Eu prometo que sairei do auditório nos primeiros 5 minutos.

Fonte: Efetividade.net

10 dicas para você ler mais livros por ano

Dicas

Fonte: Empirical Empire

Gosto muito de ler mas um dia descobri que nunca iria conseguir ler tudo o que me interessa. Instintivamente acabei desenvolvendo algumas técnicas para me ajudar a ler mais livros por ano. São dicas simples que podem lhe ajudar a aumentar o seu número de livros lidos e também despertar o seu interesse pela leitura, caso ele não seja tão desenvolvido.

1. Mantenha um controle sobre seus livros lidos
Quem não controla não sabe para onde está indo. Quantos livros você leu no último ano? E no ano anterior? E em 2001? Como você vai querer aumentar a quantidade de livros lidos se nem ao menos sabe quantos livros está lendo por ano?

Pois é, eu fiz esta mesma pergunta a alguns anos atrás e não sabia a resposta. Por isso implementei um controle simples no meu próprio site. Assim sei a quantidade de livros que li por ano e também que livro li em qual época. Neste controle também incluo uma pequena resenha do livro e uma nota, de 1 a 5 estrelas, para ter uma idéia de qual foi o melhor livro que li em cada ano. Por estar disponível na Internet, o meu controle também ajuda outras pessoas que querem sugestões de livros para ler.

2. Intercale leituras
Troque o gênero do livro a cada nova leitura. Se você acabou de ler um livro de ficção procure ler em seguida um de não-ficção. Se leu um livro de auto-ajuda, leia agora um relato de aventura. Leu um livro grosso e levou mais de um mês? Agora leia um livro fininho num final de semana.

O importante aqui é manter o seu interesse sempre em alta. Quando você se dedica somente a um assunto chega uma hora em que o seu nível de interesse cai drasticamente. Intercalando o tipo de leitura, o tamanho do livro e o seu gênero o fôlego continua sempre forte e o interesse não decai.

3. Troque dicas de leitura
Nada melhor do que uma boa dica para você descobrir um livro maravilhoso. E que tal 30 ótimas dicas de leitura? Aproveite seus amigos e conhecidos e garimpe dicas sobre livros que podem te interessar. Só cuidado com os gostos pessoais de cada um. É comum alguém amar um livro enquanto que o outro odeia o mesmo título. Veja se o seu gosto bate com o gosto da pessoa que indicou comparando livros que vocês dois já leram. Garimpe também na Internet e em grupos de discussão ou até mesmo nos sites das livrarias. O que importa aqui é ter várias recomendações. Depois é só usar o seu bom senso e ir atrás do livro que mais lhe interessar.

4. Leia de forma paralela
Eu leio diversos livros ao mesmo tempo. As razões são várias: desde a troca de um livro que está em uma parte chata por outro mais emocionante até a compra de um novo. A idéia é ler sempre, constantemente, mesmo que você vá deixando livros pela metade. Opa, mas nada de deixá-lo pela metade indefinidamente. Você tem que ter um prazo para acabar de ler o livro iniciado.

No meu caso eu começo a ler vários livros ao mesmo tempo e só começo a me preocupar em terminá-los quando inicia o mês de novembro. Desta maneira sei que tenho ainda dois meses pela frente até o final do ano. Desta maneira não inicio livros novos e termino os antigos. Em resumo, abra muitas frentes, mas não se esqueça de fechá-las antes de apagarem a luz.

5. Leia em mídias diferentes
Quem disse que livro é só aquela coisa de papel que pega poeira na sua estante? Hoje em dia existem várias opções de leitura que podem otimizar o seu tempo, gerando um número maior de livros lidos no ano. Um hábito que criei a alguns anos é escutar livros no carro ou no meu mp3player. Este tipo de livro de audio (audiobook) não é muito difundido no Brasil, mas é largamente utilizado em outros países, como os Estados Unidos e a Europa. Se você lê/ouve inglês tem uma avalanche de títulos disponíveis. A grande vantagem é otimizar o seu tempo, além de melhorar a sua fluência na língua estrangeira. Que coisa melhor você pode fazer quando se desloca para o trabalho ou está preso em um engarrafamento?

Outra opção são os PDA, tipo Palm. Com as novas telas de alto contraste é possível ler livros inteiros nas pequeninas telinhas dos computadores de mão, sem falar na novidade da Sony, o Sony Reader.

E não se esqueça dos gibis. Existem ótimas graphic novels que são verdadeiros livros.

6. Leia sempre e de forma constante
Aqui vale a máxima da história da lebre e da tartaruga: mais vale ler devagar e sempre do que rápido parando várias vezes pelo caminho. Estipule uma meta e tente cumpri-la. Leia uma página por dia e terá lido um livro de 300 páginas num ano; leia 10 páginas por dia e em um ano terá lido 18 livros de 200 páginas. Lembre-se: devagar e sempre.

7. Leia livros do seu interesse
Parece idiotice falar isso, mas quanto mais você ler livro que te interessam, maior será o seu prazer na leitura e mais livros lerá por causa disso. Sim, é verdade. Tem muita gente que tenta ler livros que não gosta e por isso demora tanto tempo para acabá-los. Siga meu conselho. Se você chegou a um terço do livro e não está gostando do conteúdo, largue-o e comece outro. É melhor ficar vermelho uma vez do que amarelo para sempre.

Gosta de aviação? Então leia livros de aviões ou de guerra. É fanático por sexo? Existem ótimos livros de ação recheados de sexo. Gosta de bandas de rock? Leia as biografias dos monstros sagrados como o Led Zeppelin.

8. Abuse do livro
Os puritanos que me perdoem, mas livro é para ser usado, dobrado e rabiscado. Eu já tratei os livros como entidades supremas, intocadas, mas aprendi que se ganha muito mais quando ele é usado realmente. Faça anotações, risque e rabisque. Se você não anotar vai esquecer rapidamente aquela passagem super interessante ou a dica especial dada pelo autor. Quer ter um livro intacto? Então compre outro para deixar na estante. Os R$20 ou R$30 a mais que você vai gastar vão valer centenas de vezes a mais com informações que você pode acessar de forma rápida, ao invés de folhear centenas de páginas atrás do que procura.

9. Leia em vários lugares
Recomendo que tenha sempre um livro à mão. Nunca se sabe quando você poderá ficar parado no trânsito, numa fila ou em qualquer outro lugar que não te permita fazer outra coisa. E isso inclui o banheiro ou os 5 minutos do intervalo de um programa de TV que você está assistindo. Falando nisso, veja menos televisão. Você vai ver que sua vida vai melhorar muito!

Leia andando na rua e na espera do estacionamento. Leia enquanto dirige o seu carro! Esta dica é efetiva mas meio perigosa, por isso vou fazer um post exclusivo para ela.

Mesmo que possa ler somente um parágrafo nestes intervalos, já vale a pena. A soma destas pequenas leituras em um ano podem ser um livro a mais no seu total. Use um marcador que facilite a sua rápida localização no texto. Eu normalmente coloco o marcador na linha onde parei, o que ajuda a achar rapidamente o ponto de continuação.

10. Vire rato de livraria
Eu tenho um imã interno que me puxa com uma força descomunal quando estou passando perto de uma livraria ou banca de revistas. Mesmo com pouco tempo disponível dou uma olhada geral para ver o que está disponível. Na maioria das vezes não compro nada, mas isso me mantém atualizado com o que há de novo no mercado, além de trazer gratas surpresas. Vários livros que considero excelentes encontrei com a peregrinação nas livrarias.

Conclusão
Então, está preparado? Comece hoje mesmo! Pegue aquele livro que está parado na sua estante e leia pelo menos 10 páginas. Deixe outro livro no carro e um pequeno na sua bolsa. Depois volte aqui e compartilhe as suas experiências.

Boa leitura!

Som automotivo

Curiosidades,Dicas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Som automotivo é a instalação de equipamentos de som em automóveis de passeio. Pode ser tanto um serviço comercial quanto um hobby de amadores.

Índice
1 Categorias
 1.1 Alta Fidelidade (Hi-Fi)
 1.2 SPL (Sound Pressure Level)
 1.3 Trio elétrico
2 Equipamentos
 2.1 Unidade principal
 2.2 Alto-falantes
 2.3 Amplificadores
 2.4 Cabos
 2.5 Acessórios
  2.5.1 Mega-Capacitores
  2.5.2 Telas de vídeo
  2.5.3 Fusíveis e disjuntores
  2.5.4 Bateria
3 Projetos
 3.1 Básico
 3.2 Incluindo um amplificador externo
 3.3 Adicionando um subwoofer
 3.4 Melhorando a acústica dos alto-falantes
 3.5 Aumentando a potência
4 Instalação

———-

1 Categorias
O som automotivo é dividido em 3 grandes categorias dependendo do objetivo do projeto.

1.1 Alta Fidelidade (Hi-Fi)
Também conhecido como SQ, ou Sound Quality. O objetivo único é a reprodução da música em alta fidelidade no interior do veículo. O sistema deve ser capaz de reproduzir a música com o máximo de dinâmica, detalhamento e linearidade, assim como o palco sonoro da gravação.

1.2 SPL (Sound Pressure Level)
Sistemas voltados a SPL tem a ênfase dada nas freqüências graves do espectro audível (<100Hz). O objetivo é maximizar a pressão sonora dos alto-falantes, seja usando múltiplos subwoofers e/ou calculando caixas acústicas com reforço de freqüência. Uma sub-categoria também conhecida por SQPL tenta aliar SPL e alta fidelidade. 1.3 Trio elétrico
Esta categoria está voltada para a reprodução da música em volumes altos e para fora do veículo. Estes sistemas são usados para animar festas e seu objetivo é tocar o mais alto possível. Muitas vezes o som resultante é distorcido e não linear.

2 Equipamentos
Os seguintes equipamentos compõe o som automotivo.

2.1 Unidade principal
Responsável pela fonte do áudio. Podem ser CD-players, DVD-players, toca-fitas e/ou sintonizadores AM/FM. Possuem saídas amplificadas para alimentar alto-falantes diretamente, e podem ter saídas pré-amplificadas com um sinal de áudio de melhor qualidade para serem ligadas a um amplificador externo, usado para alimentar os alto-falantes do sistema. As saídas amplificadas, muitas vezes divulgadas como 4x52W, na verdade estão usando o conceito de Watts PMPO e normalmente fornecem em torno de 4x20W RMS, sendo então saídas pouco potentes, porém suficientes para um kit de alto-falantes originais. O uso das saídas pré-amplificadas permite que amplificadores externos forneçam mais potência.

Unidades principais mais sofisticadas oferecem recursos como equalização (paramétrica ou gráfica), controle independente de subwoofer, cortes passa-alta (HPF) e passa-baixa (LPF) reguláveis, dentre outros. Algumas chegam até a oferecer o recurso de alinhamento de tempo (time alignment ou TA), que consiste em atrasar a fase do sinal de um dos canais para que se regule o centro do palco sonoro. Outros recursos que muitas unidades têm apresentado ultimamente são displays de cristal líquido com animações, e a possibilidade de reprodução de arquivos compactados nos formatos MP3, WMA, AAC, dentre outros.

2.2 Alto-falantes
São comumente divididos em tweeters, mid-ranges e woofers, em que cada tipo é responsável pela reprodução de uma determinada faixa de freqüência. Eles são vendidos agrupados ou separados, sendo o número de componentes as chamadas vias do alto-falante. Alto-falantes multivias, como um coaxial por exemplo, possuem um médio e um tweeter, enquanto um triaxial possui um médio e dois tweeters. Já os alto-falantes vendidos separadamente são chamados de “kit componente” e o mais comum é que se encontre em duas vias. Os kits componentes incluem divisores de freqüência (ou crossover em inglês), que como o próprio nome diz, divide o sinal de áudio, enviando os agudos para o tweeter e os médios para o alto-falante médio. Devido a isso, os kits componentes são mais indicados para projetos que visam a qualidade do som.

2.3 Amplificadores
São equipamentos eletrônicos que recebem o sinal enviado pela unidade principal, o amplificam e o usam para alimentar os alto-falantes, usando a bateria do veículo como fonte de energia. Existem 2 tipos principais de amplificadores: os chamados “mosfet” que amplificam o sinal enviado pelas saídas RCA da unidade principal, e os chamados “booster”, que amplificam o sinal enviado pelas saídas amplificadas da unidade principal.

Os “mosfet” geralmente tem melhor qualidade de áudio, contando tipicamente com centenas de componentes, porém os “booster” ainda são muito usados, principalmente no mercado brasileiro, devido ao seu baixo custo. Os preços e potências nominais variam muito, podendo ser encontrados amplificadores de 30W até 15000 Watts RMS.

Amplificadores “mosfet” geralmente são amplificadores com fontes de alimentação do tipo PWM, e pertencem quase sempre à classe AB. No entanto, amplificadores para grandes potências, geralmente utilizados para a reprodução dos sons graves e subgraves, costumam pertencer à classe D, devido ao seu maior rendimento, e por consequência produzem menos calor e exigem uma instalação elétrica de menor porte do que o equivalente em classe AB.

Alguns amplificadores mais sofisticados oferecem o recurso de indicação de clipping do sinal e até circuitos anti-clipping. Clipping é o ceifamento do sinal por excesso de ganho, e essa distorção em volumes altos é a principal causa de queima de alto-falantes.

2.4 Cabos
Os cabos para som automotivo são divididos basicamente em três tipos: alta corrente, alta tensão e baixa tensão.

Os cabos de alta corrente são os responsáveis pelo fornecimento de energia elétrica ao amplificador, e devem ser dimensionados levando-se em conta a potência nominal do amplificador e seu fator de eficiência. Quanto mais eficiente for um amplificador, menor poderá ser a bitola do cabo para uma mesma distância. O contrário também é verdadeiro: quanto menos eficiente for um amplificador, maior deverá ser a bitola do cabo para uma mesma distância.

Os cabos se baixa tensão (ou alta impedância) são responsáveis por transmitir o sinal do circuito pré-amplificador da unidade principal para o amplificador. Geralmente são usados conectores RCA e cabos coaxiais, com seu núcleo constituído de um monofilamento de cobre e seu exterior por camadas alternadas de polímeros e blindagens eletromagnéticas. Devido a característica de transmitir sinais com baixa tensão, este tipo de cabo é muito sujeito a interferências eletromagnéticas, ocasionadas principalmente pelo módulo de injeção/ignição eletrônica, alternador, motor de arranque, bomba de combustível e cabos de alta corrente. Recomenda-se, quando da sua instalação, passá-los pela parte central do veículo, evitando assim possíveis pontos de interferências que prejudicarão a reprodução do áudio.

Os cabos de alta tensão podem ter duas finalidades distintas: transmitir o sinal das saídas amplificadas da unidade principal aos alto-falantes ou “boosters”, ou transmitir os sinais amplificados pelo amplificador aos alto-falantes. As principais características a serem observadas são: pureza do cobre utilizado; quantidade de filamentos (quanto maior a quantidade, maior a flexibilidade e a área da secção do cabo); material da cobertura plástica (recomenda-se utilizar cabos cujas capas sejam anti-chamas) e bitola. Este último item deve ser calculado levando-se em conta a potência aplicada ao alto-falante, a sua impedância e a sua distância em relação ao amplificador (externo ou interno à unidade principal).

2.5 Acessórios

2.5.1 Mega-Capacitores
Em sistemas muito potentes, a bateria não consegue suprir a corrente de pico das músicas e o sistema perde potência. Assim, são usados capacitores de elevada carga (1-3 Farad são muito comuns) para suprir tais demandas.

2.5.2 Telas de vídeo
Em sistemas com DVD-players, muitas vezes também são instaladas no veículo telas de LCD para a reprodução de vídeo.

2.5.3 Fusíveis e disjuntores
Dependendo do porte do sistema, são usados equipamentos elétricos como os fusíveis e disjuntores para proteção do equipamento.

2.5.4 Bateria
Sistemas mais potentes drenam mais bateria quando o motor está desligado, e baterias pequenas tem corrente de pico menor do que baterias grandes. Então sistemas maiores substituem as baterias originais por baterias de maior carga (75-100Ah), podendo até ser usadas baterias de caminhão (150Ah) ou mais de uma bateria no veículo.

3 Projetos
Os projetos dependem do objetivo que se deseja alcançar e do preço que se pode pagar. Porém, os diferentes tipos de projetos têm raízes comuns.

3.1 Básico
O projeto de som mais básico que se pode ter em um veículo é uma unidade principal, como um CD-player por exemplo, alimentando 2 ou 4 alto-falantes. Este sistema atende a maioria das pessoas e por isso é item de série na maioria dos carros. Pode ser trocada a unidade principal e os alto-falantes originais por equipamentos de melhor qualidade, porém é um sistema restrito e pouco potente.

3.2 Incluindo um amplificador externo
O primeiro passo de um projeto além do básico é a utilização de amplificadores externos ao player. Além de proporcionar maior potência do que as unidades principais comuns, pode-se ganhar em fidelidade ao usar amplificadores “mosfet” de boa qualidade.

3.3 Adicionando um subwoofer
O segundo passo para um projeto é a inclusão de subwoofers em automóveis para som interno, pois normalmente os alto-falantes mid-bass não têm resposta suficiente na região dos graves e subgraves (<100Hz aproximadamente). Existem também woofers ditos "profissionais" que atuam na mesma faixa de freqüência e que são voltados para som para fora do veículo. Ambos são instalados em caixas acústicas de madeira ou fibra de vidro no porta-malas do veículo. 3.4 Melhorando a acústica dos alto-falantes
Este aprimoramento de projeto se adequa melhor à categoria Alta Fidelidade. Os locais originais onde os alto-falantes são instalados geralmente não possuem acústica adequada para a resposta do alto-falante ou não estão adequadamente direcionados aos passageiros. Para evitar ressonâncias e selar a parte de trás do alto-falante mantendo o alto-falante no local original da porta, são usados tratamentos no interior das portas chamados de mantas acústicas. No entanto, para a efetiva rigidez, selagem e direção do alto-falante, são construídas caixas acústicas em fibra de vidro de 2 até 15 litros de volume interno, e que geralmente ficam parafusadas no chão do veículo (pezinhos ou KICK-PANEL)tanto no motorista quanto no passageiro. Por estas caixas estarem perto dos pés do condutor e do passageiro, elas são chamadas de pézinhos, e tem a sua forma e disposição projetada de maneira a minimizar o incômodo.

3.5 Aumentando a potência
O passo final do projeto é o aumento da potência o máximo possível, adequado portanto para as categorias de SPL e Trio Elétrico onde é necessária muita potência para amplificar os numerosos e grandes alto-falantes do veículo. São instalados múltiplos amplificadores e estes necessitam de alimentação adequada. Este tipo de projeto lida com o correto dimensionamento dos cabos de energia no carro, com o suprimento de energia pela(s) bateria(s) e mega-capacitor(es), chegando até a lidar com a troca do alternador original do carro. Muitas vezes o próprio carro sofre reforços estruturais e nos casos extremos os vidros são trocados por acrílico para não trincar.

4 Instalação
Kit componente instalado em pézinho. Note o tweeter no painel.O mais convencional é usar alto-falantes nos locais originais do veículo, e o subwoofer e o(s) amplificador(es) no porta-malas. Para tal, precisam ser passados cabos de alimentação, de sinal pré-amplificado e de sinal amplificado até o porta-malas.

Como os cabos de sinal são os mais sucetíveis a ruídos e interferências eletromagnéticas externas, são usados preferêncialmente cabos blindados. Mesmo o cabo de alimentação pode conter ruídos em função da freqüência de rotação do motor do carro, e se passado perto de um cabo de sinal, este pode receber tal ruído também.

Assim, em uma correta instalação, tenta-se minimizar o contato entre os diferentes tipos de cabo para que o ruído de um não passe para o outro. Normalmente se passam os cabos de alimentação por uma lateral do carro (a mesma lateral da bateria), os cabos de sinal pré-amplificados pelo meio do carro e os de sinal dos alto-falantes pelo outro lado do carro.

Mas nem sempre os amplificadores são armazenados no porta-malas, especialmente na categoria Alta Fidelidade. Como um cabo de sinal, por melhor que seja, tem perdas proporcionais ao seu comprimento, muitas vezes os amplificadores são instalados sob os assentos do motorista ou do passageiro, quando não embaixo do painel. Estas instalações deixam os amplificadores mais perto do player e os cabos ficam menores, minimizando as perdas nos cabos de sinal, porém estas instalações deixam os amplificadores expostos aos pés das pessoas que podem até danificar o aparelho.

Para projetos de alta fidelidade, normalmente se usa somente um par de alto-falantes na parte da frente do veículo, idealmente direcionados ao motorista e na altura dos ouvidos. Como não se pode instalar caixas acústicas de 5-10L no painel, é comum encontrar os tweeters em cima do painel ou nas colunas, e os mid-ranges ou mid-bass em pézinhos ou em caixas acústicas na porta, chamados de door-pods.