10 conselhos para sobreviver em um filme policial

Fun

Difícil existir gênero de filme mais cheio de clichês que os policiais. Os roteiros e enredos em geral são únicos mas a forma com que as histórias são contadas parecem sempre as mesmas, quem viu um, viu todos.

1. Nunca, nunca; mas nunca aborreça o Clint Eastwood ou o Charles Bronson.

2. Nunca se aposente ou, ao menos, não diga a ninguém.

3. Não seja negro. Se for, faça o possível para que ninguém se dê conta.
Exceção: Se você for Will Smith ou Denzel Washington, tudo bem ser negro.

4. Se for latino-americano, faça o mesmo que o negro.

5. Se é um machão caucasiano, consiga um parceiro negro ou latino-americano.
Anexo temporário: Se não tiver nenhum, escolha um novato. Os novatos atraem as balas.

6. Se mais de dez sujeitos com metralhadoras atiram em sua direção, simplesmente corra e pule no chão na primeira esquina. Todas as balas atingirão o solo a poucos centímetros de seus pés sem lhe causar nenhum dano. Salvo se você for negro ou latimo-americano; quando então será costurado pelas balas.

7. Se você for o bandidão, nunca conte a ninguém o seu plano de como matar o mocinho. Simplesmente mate-o, o cinema está precisando de mais finais infelizes.

8. Se você for o mocinho, vista se a paisana. Policiais de uniforme sempre morrem.

9. Se não for o mocinho, seja sempre muito engraçado e faça piadas sem graça de tudo e todos. O personagem piadista sempre costuma sobreviver, geralmente enfaixado ou baleado, para dizer algo idiota no final do filme.

10. Tenha em conta a Lei Fundamental da Pontaria, segundo a qual:
a. O herói tem mais pontaria que os bandidos e é imune às balas.
b. Os vilões, em compensação, têm melhor pontaria que os amigos bonzinhos do mocinho.
c. Os latinos, negros e novatos não tem pontaria pois suas armas insistem em falhar.
d. Em conclusão, se num tiroteio você não é o herói, se esconda.

———-

Fonte: MDig

Deixe uma resposta