Como parecer um louco no banco?

Fun

Como parecer um louco no banco?
Saibam como manter um certo nível de insanidade no banco.

1- Tente levar a maior quantidade de metais possíveis e tire cuidadosamente 1 de cada vez para passar na porta giratória.

2- Se a porta giratória travar com você diga ao segurança que você tem um implante extraterrestre de metal e que é impossível retirá-lo.

3- Quando passar a porta giratória de uma volta de 360º e saia andando como se aquilo fosse natural.

4- Fique o máx. de tempo possível enrolando em frente ao caixa eletrônico até algum atendente vir te ajudar, quando esse se aproximar entregue para ele seu cartão de convênio médico, ou faculdade e pergunte qual o problema daquela máquina.

5- Sempre que sacar dinheiro no caixa eletrônico grite “GANHEI!!!!Quem me dera todos cassinos fossem assim”e saia comemorando (de maneira extravagante)

6- Quando sacar dinheiro no caixa diga ao recepcionista que lhe entregou o dinheiro que não é todo dia que se encontra um cheque não cruzado na rua.

7- Fique na fila preferencial e diga que sua mulher está grávida, caso você for mulher diga que está Grávida.

8- Quando chegar na boca do caixa peça um Big Mac especial, com Mac Shake grande e batatas pequena, quando a caixa lhe fizer uma cara de idiota reclame “esse mc donalds é mesmo um lixo, por isso prefiro bob`s”

9- Chame o gerente do banco responsável or abrir contas novas e pergunte se você pode abrir uma conta conjunta com qualquer pessoa física, quando ele falar que sim diga que você quer abrir sua conta com o Sílvio Santos.

10- Chegue no balcão de informações e diga que você tem um dúvida muito complicada, quando a pessoa se dispuser a te ajudar pergunte o número do Pokemón número 132.

11- Chegue perto do segurança e pergunte se as câmeras de vigilância gravam tudo, se ele tem arma e se aquele banco tem muito dinheiro no cofre.

12- Chegue no caixa e faça uma careta horrível, quando a pessoa perguntar se está tudo bem abra a boca o máx. e diga q tem uma cárie e tente mostrá-la.

2 comentários

Deixe uma resposta