Os 10 mandamentos da máfia italiana

Curiosidades

A polícia italiana apreendeu entre os papéis encontrados na casa do chefão da máfia Salvatore Lo Piccolo, preso na semana passada em Palermo, um documento dos “Dez mandamentos da máfia”, segundo o jornal britânico “Times”.

Escrito numa máquina de escrever, o documento traz os “direitos e deveres”, dez regras que um “bom mafioso” deve seguir para manter o código de honra.

O primeiro deles alerta que os homens do grupo de Lo Piccolo não devem se apresentar a membros de outros grupos sem serem introduzidos por uma terceira pessoa. O segundo proíbe que um mafioso seduza a esposa de seus amigos, enquanto o terceiro proíbe os membros do grupo de se tornarem amigos de policiais.

O quarto mandamento da máfia diz que os membros do grupo não devem freqüentar bares. O quinto lembra que os mafiosos têm uma obrigação com a Cosa Nostra, a ser cumprida mesmo que sua mulher esteja dando à luz.

O mandamento de número seis diz que os mafiosos devem manter seus compromissos. O sétimo mandamento exige respeito às esposas. O oitavo diz que os mafiosos devem dar informações verdadeiras sempre que questionados.

A ética entre as famílias aparece no nono mandamento, que proíbe os mafiosos de se apropriarem de dinheiro de outros grupos da máfia.

A polícia volta a ser mencionada no último mandamento, que proíbe a entrada no grupo de pessoas que têm parentes nas “forças da lei e da ordem”, bem como de pessoas adúlteras, ou que não tenha “valores morais”.

Além dos dez mandamentos, o documento tem um juramento que todo Mafioso deve prestar ao se tornar membro da Cosa Nostra, um papel que deve ser queimado enquanto jurado. “Se eu trair o grupo, que minha carne queime como esta imagem queima”, diz.

———-

Fonte: GazetaDoPovo

Deixe uma resposta