Helvetica Fries, uma fonte de batatas

Design

Helvetica Fries, uma fonte de batatas
Não, você não terá batatas a hora que quiser, pois não é desse tipo de fonte que estamos falando, é claro. A designer Andréa Miranda tinha o desafio (numa aula de Tipografia experimental) de criar uma variação para a já tão conhecida fonte Helvetica.

E a idéia que ela teve foi genial!

A helvetica fries foi feita atendendo a proposta de exercício feita pelo professor Ricardo Portilho, na disciplina de Tipografia experimental ministrada no curso de Comunicação da UFMG.

A proposta era a seguinte: “Helvetica Modificada – Faça um nova variação para a Helvetica que não seja do tipo ‘bold’ ou ‘itálico. Sua abordagem deve adicionar, complicar ou personalizar a Helvetica de alguma maneira, lidando com a relação entre padronização e diferenciação no desenho de um caractere, e dialogando com a percepção da Helvetica como representante de um desenho de tipos ‘neutro’ e ‘universal’.”

Assim, a helvetica fries foi criada tendo como base as batatas fritas, escolhidas por serem, de certa forma, símbolo de uma cultura contemporânea massificada, do junk food e da aceleração do nosso cotidiano, que muitas vezes não nos deixa ver o que está a nossa volta e o que acontece com nós mesmos.

Helvetica Fries, uma fonte de batatas

Eu quero comer batatas de letrinhas!! Quem quer também??

Acesse o site da designer Andréa Miranda para ver mais de seus trabalhos.

13 comentários

Deixe uma resposta