Check-in: Pacote romântico

Check-in,Variedades

Olá caro internauta!!

Como prometido, hoje é dia de adquirir um pacote para dois e aproveitar todo o romantismo que esta época inspira!

E para caprichar na comemoração, nosso roteiro é bem ousado!! Te convido a ir praticamente do Oiapoque ao Chuí, do quente pro frio, do oito direto para o oitenta!

Exageros à parte, na verdade separei dois destinos pra lá de românticos, um pertinho, no Brasil, e outro atravessando o globo. Então comecemos com o mais longínquo!

Roteiro ousado! Ui!

Agra

Onde fica? (via Portal UOL)

O grande cartão-postal da Índia e uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno (eleito em 2007) é considerado a maior prova de amor que existe no planeta! Quem já ouviu a famosa música de Jorge Ben Jor deve se lembrar disso:

“Foi a mais linda história de amor / Que me contaram e agora eu vou contar/ Do amor do príncipe Shah Jahan pela princesa Mumtaz Mahal” (Ouça!)

Taj Mahal... Taj Mahaaaal... Teteteteretere...

Um dos maiores símbolos de paixão construídos pelo homem é uma homenagem à Mumtaz Mahal, considerada a jóia do palácio. Mumtaz era a esposa preferida do imperador Shah Jahan e morreu ao dar à luz o 14º filho do casal. O mausoléu foi edificado no século XVII, demorou cerca de 20 anos para ficar pronto e é constituído, quase que totalmente, por mármore branco.

Milhares de pessoas visitam frequentemente a cidade de Agra, onde se localiza o Taj Mahal. O resto da paisagem do lugar destoa da beleza do palácio, pois Agra é muito poluída, inclusive com ocorrência de chuvas ácidas que prejudicam o mármore da atração. No entanto, é possível aproveitar a viagem até a região norte da Índia conhecendo os arredores de Agra. Hotéis de qualidade, restaurantes, internet e outras facilidades podem ser encontrados facilmente na região em volta do Taj Mahal.

O cenário é de tirar o fôlego, além do visitante mais atento sentir todo o romantismo simbólico presente no local! Tá aí: quem pode, pode!

Monte Verde

Onde fica? (via Portal UOL)

Agora, chegando um pouco mais perto da nossa realidade, vamos pegar o trecho rodoviário e parar quase na divisa do estado de Minas com o de São Paulo. Cercada pelas montanhas da Serra da Mantiqueira, há quem diga que Monte Verde é a “Suíça brasileira”, com um ar praticamente “europeu”! As baixas temperaturas são um convite para ficar mais agarradinho e curtir as paisagens compostas por belas casas, morros, pedras, picos. A companhia da natureza é constante!

Via monteverde.com.br

O charme do vilarejo, localizado no distrito de Camanducaia, cidade do sul de Minas Gerais, está nos seus 1.500 metros de altitude, na tranqüilidade característica e na estrutura com hotéis, pousadas, várias opções de ecoturismo e excelentes restaurantes. Por isso o ambiente em Monte Verde atrai não só casais, mas também famílias de todas as partes do Brasil.

A história do nome e do surgimento da cidade tem a ver com a imigração de europeus para o continente americano. Em 1936 famílias vindas da Letônia procuravam um lugar cujo clima fosse parecido com o da respectiva terra natal. A primeira colônia a se fixar no território era liderada pelo casal Werner Grinberg e Emília Lejasmeijers Grinberg (daí o nome: Verde (“Grin”) Monte (“Berg”).

Frio!! Olha a grama coberta por gelo! (via monteverde.com.br)

É recomendável o acesso à cidade por carro, apesar de os 32 km que ligam Camanducaia à Monte Verde serem um tanto esburacados, porque, dessa forma, é possível se locomover com facilidade pelo local. Outra dica para o viajante é procurar, logo ao chegar, a sede da Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde (AHPMV), onde você tem acesso a um mapa do vilarejo e pode buscas orientações quanto aos passeios, hospedagem, restaurantes.

Precisa explicar a origem do nome? (via bhguia.com.br)

Vista da Pedra Partida (via monteverde.com.br)

O trekking (nome chique que muitos usam só para sofisticar a boa e velha caminhada) é a melhor maneira de se aventurar pelas trilhas da região e conhecer os melhores pontos. A do Chapéu do Bispo, à 1.955 metros de altitude, leva o turista à uma vista maravilhosa, literalmente “nas nuvens”. E não pense que Monte Verde tem atrações só para quem visita a cidade no inverno, pois há o que se fazer por lá durante todo o ano. Além de namorar à luz e calor da lareira, o ecoturismo é forte e existe até uma pista de patinação no gelo!!

Nas nuvens... (monteverde.com.br)

Chapéu do Bispo (via flickr.com)

Bom, assim fica difícil resistir, né?

Se quiser saber mais sobre Agra, na Índia, e sobre Monte Verde, no Brasil, dê uma passadinha no site de Viagens do UOL! Ele foi um dos nossos guias do roteiro de hoje. Os links estão abaixo:

Agra
http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/agra_index.jhtm

Monte Verde
http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/monteverde_index.jhtm

Para outros lugares românticos:
http://viagem.uol.com.br/sugestoes/lugares-romanticos.jhtm

E eu fico por aqui, desejando um ótimo dia dos namorados para todos, inclusive para os que estão em busca da cara metade e em breve estarão em pleno clima de romance (se assim quiserem e Santo Antônio ajudar)!

Obrigada pela companhia, povo!! Fiquem à vontade para sugerir destinos! Tem algum lugar que você adoraria conhecer no mundo? (Eu quero saber! hehehe)

Bon Voyage!!

Um comentário

Deixe uma resposta