Ressaca corporativa: não evite, enfrente

Dicas,Fun

Dicas para quem tem que trabalhar depois de beber um “pouquinho”. Como não bebo, pra mim não serve, mas achei este texto útil pra muita gente. Segue o texto:

Confesso que bebi. Estou em grande ressaca. Trabalhar nessas condições é bacana, tenho a ilusão de que é perfeitamente possível conciliar uma vida diurna produtiva com uma noturna divertida. Enfrentar o escritório nessas condições requer certos cuidados que diferenciam amadores de profissionais, e não estou falando apenas da gaveta equipada com antiácido, aspirina e qualquer coisa para acalmar o intestino.

Horário
É possível acordar no mesmo horário sim, o problema é o sino da Catedral de Notredame que você está carregando na cabeça. O melhor é dormir mais um pouco e chegar atrasado na cara dura. Ao entrar na empresa, finja que é um dia como outro qualquer. Encenar preocupação, chegar correndo, esbaforido e preocupado enfraquece sua posição, pois você já entrega que sabe ter feito algo de errado. Coloque os óculos escuros, mantenha o ar relaxado e cague pro mundo (no banheiro você caga depois, falaremos disso já, já). Se alguém perguntar sobre o atraso, diga que foi o trânsito, o seu gato que comeu um passarinho estragado ou você simplesmente teve uma crise de labirintite cutânea que levou o colapso à sua região pélvica, ora bolas.

Alívio do bafo
Não adianta apenas escovar os dentes, você está exalando álcool até pelo lóbulo da orelha, todo mundo na firma vai perceber. Existe uma maneira infalível de disfarçar o cheiro de goró, mas você precisa ter fé e acreditar, anote: após a escovação, encha um copo de liquidificador com querosene, banana amassada, leite em pó e manjericão. Bata tudo. Sirva em uma tigela vermelha de porcelana, acenda uma vela para São Bezerra da Silva, sacrifique um hamster chinês e recite cinco vezes de trás pra frente o nome do trapalhão Antonio Carlos Mussum. Beba todo o líquido e não abra a boca perto de ninguém a menos de 4 metros distância durante 12 horas.

Disfarce facial
Não preciso dizer que óculos escuros são itens indispensáveis. Algum intrometido vai perguntar porque você não tira os óculos nem dentro do escritório, nessa hora, diga que na noite anterior você levou um soco da pessoa do sexo oposto (ou não) com a qual você mantém um relacionamento. Complemente dizendo que o assunto é chato e que você não gostaria de falar nisso, pois a madrugada na delegacia não foi nada agradável. Tenha certeza, nunca mais, em toda sua vida dentro da empresa, alguém perguntará novamente porque você não tira os óculos escuros (se der, inflija um feroz arranhão no seu próprio pescoço, a história ficará ainda mais convincente).

Utilização do banheiro
Uma vítima da ressaca usará o banheiro diversas vezes durante o dia, seja para baldear, seja para produzir argila. O ruído e os aromas gerados nestas necessárias visitas podem causar constrangimentos para o ressacado, principalmente se a localização do banheiro da empresa for próxima a alguém que você queira comer. Para o cocô, dois procedimentos são importantes: acender um fósforo após o ato para eliminar o perfume da operação e, durante o ato, abrir uma torneira para disfarçar o barulho. Como estamos em tempos ecologicamente exigentes, você também pode manipular um saco plástico enquanto manda ver, assim poupa água e disfarça os traques, porém, vai precisar de uma explicação para o que diabos estava fazendo amassando um plástico no banheiro.

Deixe uma resposta