10 idéias para combater o excesso de distrações

Sem categoria

O que é essa força misteriosa que faz com que a todo momento tenhamos necessidade de nos desviarmos daquilo que precisamos fazer? Ela poderia ganhar inúmeros nomes, mas o mais simples e claro é “distração”. Quais são suas características principais?

———-

01. Ela é flexível e mutante. Utiliza qualquer coisa ou sentimento para desviá-lo das suas tarefas. Você pode se distrair pensando que está ocupado demais, planejando excessivamente, tendo raiva dos outros e das situações, se levantando para ir ao banheiro, sentindo dores no corpo, assistindo TV, navegando na internet e etc.

02. É rápida. Geralmente, se adianta a qualquer estratégia elaborada para combatê-la. O único jeito de enfrentá-la é ser gentil, mas rápido como ela. Percebeu que está se distraindo? Volte ao que estava fazendo. Não pense demais. Não se irrite. Não se culpe. Quanto mais você repetir esse processo, mais fácil será voltar ao que precisa fazer.

03. Produz prazer. Traz alívio a uma situação que você julga ruim. Ou a qual você se esforçou muito para tornar péssima, dizendo a si mesmo, várias vezes, “isso é um saco, não quero fazer, vão aparecer inúmeros problemas”. O que também é distração (vide item 8).

04. Funciona em rede. Um assunto leva a outro, que inspira mais alguns e assim por diante. A ponto de não conseguirmos perceber onde foi que tudo começou.

05. É autodestrutiva. Se você é muito viciado em distrações, logo percebe que precisa de maiores quantidades dela, de formas variadas e com vários sabores. A distração de hoje pode ser o tédio de amanhã.

06. Produz cansaço. Se você é responsável, mas perde tempo com distrações, geralmente acaba sentindo-se culpado. Essa intensa atividade mental pode cansar mais do que fazer efetivamente o trabalho.

07. É epidêmica. Um enrolador profissional geralmente acaba distraindo outras pessoas. Seja falando demais, ou criando um ambiente de reclamação que desestimula os colegas.

08. Vive das palavras. Quanto mais autojustificações e tagarelismos mentais, mais facilmente perdemos tempo, nos complicamos e caímos no item 4.

09. Faz com que trabalhemos mais. Você pode perder tanto tempo se distraindo que precisa ficar mais horas trabalhando para dar conta das tarefas. Assim, você perde as horas em que poderia se divertir sem culpa ou preocupações.

10. Não é necessáriamente uma vilã. É um processo natural da mente. Você não precisa se preocupar demais. Não tente ignorá-la. Só não se fixe nela. Aos poucos cada um de nós aprende melhor quando a distração ajuda a relaxar, revigorar e quando atrapalha e cria paranóia.

Fonte: Tô chegando

Deixe uma resposta