Massa cinzenta: Programação Neurolingüística

Massa cinzenta

Imagine-se entrando numa loja de eletrônicos e escolhendo o melhor e mais novo computador do mundo. Você vai fazer o maior sucesso com ele não é?

Isso depende de duas coisas. Primeiro você vai definir o que é sucesso e, depois, o que o seu computador vai realizar. Para a segunda questão, além da capacidade de sua máquina, você vai precisar fazer as conexões certas entre os diversos elementos do computador: CPU ligada ao teclado, conexão com o monitor, com mouse, com as caixas acústicas e os periféricos, etc.

Além dos aplicativos – programas – eficazes e potentes para alcançar o objetivo, você precisa saber “tocar” todo esse repertório: operar o micro, lidar com os aplicativos e saber o que é que vai fazer. De tudo isso depende o resultado. Mas, e daí? O que isso tem a ver com Programação Neurolingüística – PNL? Tudo.

Acompanhe:

Você é um ser neurosensorial. Os seus sentidos é que fazem a sua conexão com o mundo. Tudo que você vê, ouve e sente forma o acervo de suas experiências sensoriais. O nome Programação Neurolinguística resume os três pontos complexos que são estudados pela disciplina. O “Neuro” remete à mente, onde processamos nossas experiências por meio dos cinco sentidos. “Lingüística” refere-se à linguagem ou a outras formas de comunicação não verbais. Por fim, o termo “Programação” pode ser entendido como uma comparação entre a mente humana e um computador. Com a PNL, é possível “reprogramar” o cérebro, ensinando a ele novos caminhos e retirando falhas de programação geradas no passado.

Trata-se de uma das mais eficazes ferramentas de mudança comportamental, reconhecida em todo o mundo como a fórmula da excelência humana.

Alguma semelhança com o computador, os periféricos e os aplicativos? Sim. Claro. Com uma diferença, o proprietário do computador, no caso você, escolheu inclusive os programas que ele vai usar, de acordo com seus objetivos. No caso do ser humano isso não acontece. A maioria dos estímulos que uma pessoa recebe, principalmente na fase inicial de desenvolvimento, não depende dela. Assim, todas as pessoas são programadas sem um padrão correto, com bons e maus programas, inclusive vírus, que são as limitações comportamentais. O elegante da PNL é que ela permite que qualquer pessoa possa assumir o controle sobre seus próprios comportamentos e aprendizados.

O uso da PNL pode modificar hábitos que impedem as pessoas de aproveitar todo o seu potencial. As técnicas ajudam a entender e solucionar problemas de relacionamento e problemas de auto-confiança e baixa auto-estima. Podem, ainda ser aplicadas para combater transtornos cada vez mais comuns atualmente, como ansiedade, estresse, síndrome do pânico e transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Resumindo: Nossa Programação é afetada pelos nossos Pensamentos, que conduz aos nossos Sentimentos/Emoções, que conduz aos nossos Comportamentos, que determinam os nossos resultados.

Pensamento>>>Sentimento/emoção>>>Comportamento>>>Resultados.

Para mudar esta estrutura é necessário mudar a Programação, que por sua vez mudará a maneira de pensar, de sentir e de agir. Com isso mudam-se os resultados.

Alguns dos possíveis resultados da PNL:
# Evolução pessoal
Descobrir, conhecer e explorar melhor sua própria essência são as chaves para manter uma evolução constante. O autoconhecimento despertado pelas ferramentas da PNL permite detectar padrões de comportamento limitantes, definir e formular objetivos, aprimorar a percepção em relação a metas pessoais e flexibilizar atitudes e opiniões.

# Crescimento profissional
A tão celebrada inteligência emocional é hoje um diferencial competitivo inegável na vida profissional. O termo resume a capacidade de se relacionar com seus pares, superiores e subordinados; de compreender e respeitar diferentes pontos de vista e de agregar as competências individuais em prol do êxito da equipe. Todas essas habilidades podem ser aprimoradas por meio da PNL, que oferece técnicas para melhorar a comunicação e o relacionamento interpessoal.

# Melhora na capacidade de influenciar e motivar
As técnicas de PNL ensinam a utilizar a linguagem para influenciar e motivar pessoas, de maneira íntegra e elegante. Transmitir informações ou valores de maneira clara e convincente – seja no âmbito profissional, pessoal ou familiar – auxilia em situações de negociação, na tomada de decisões e na solução de conflitos.

Alguma sugestão ou duvida?
[email protected]
http://twitter.com/dudufranco89

Abraços!!!

“Nosso cérebro é o melhor brinquedo já criado: nele se encontram todos os segredos, inclusive o da felicidade.” Charles Chaplin

4 comentários

Deixe uma resposta