Check-in: Natal o ano todo!

Check-in,Variedades

Olá caríssimo internauta!! Depois de um longo período de férias, estou de volta para agenciá-lo e criar, senão os melhores, os roteiros mais interessantes de toda blogosfera! (Hum…?)

Antes de apresentar nosso destino de hoje, pense num clima relax, aquele barulhinho do mar ao fundo, uma sombra de coqueiro estrategicamente posicionada e água de coco à vontade “dando sopa” ao seu alcance? Imaginou? Pois tudo isso é possível em Natal, capital do Rio Grande do Norte, a terra do ar mais puro das Américas!

Então, continuando o momento “esquenta inverno”, embarquemos para Natal!

Praia de Ponta Negra e Morro do Careca (via Google Imagens)


A foto acima é um dos cartões postais de Natal: a praia de Ponta Negra. Ao contrário de algumas capitais litorâneas, em que as praias urbanas podem ser impróprias para banho, Ponta Negra integra um conjunto paisagístico beira-mar que é um verdadeiro convite ao descanso.

O Morro do Careca, símbolo da região, é uma duna de 107 metros que, até o final dos anos 90, era aberto ao público. Os turistas podiam escalar o morro, descer de skibunda (uma prancha que desliza na areia) e ainda passear por lá de buggy (meio de transporte mais famoso por lá). Mas toda essa brincadeira acabou e as atividades na duna foram suspensas para que o tão importante símbolo fosse preservado. Dessa forma, a mata de restinga ao redor é protegida, assim como a altura do morro.

Mas para quem pensa que com isso extinguiram-se os passeios radicais, mostro-lhes agora que não! Há muita dose de adrenalina do outro lado da balsa ou da Ponte de Todos – Newton Navarro, que liga os bairros e municípios da porção norte da cidade ao litoral sul, passando pelo Rio Potengi.

Próximo a essa travessia se encontra a Fortaleza dos Reis Magos, uma das outras atrações de Natal fora do circuito praia e… praia.

Forte, ou Fortaleza dos Reis Magos (via Google Imagens)


Ponte de todos, vista do Forte!


O passeio pelas dunas de Genipabu, feito com buggeiros credenciados profissionalmente e normalmente indicados por hotéis ou agências de viagem, é garantia de diversão. Com emoção ou sem emoção? Essa provavelmente será uma pergunta feita pelo buggeiro e dará o tom da viagem! Os passageiros escolhem o ritmo da aventura nas areias, com paradas para conhecer muitas belezas e brincadeiras da região!

Passeio de buggy pelas dunas de Genipabu (via Google Imagens)


Skibunda! (Via Google Imagens, mas essa veio até com crédito!)


Bom, continuando nosso roteiro, depois de um dia passeando pelas belezas da cidade, não podemos deixar de conhecer a noite regional! O Forró com Turista é um evento que ocorre toda quinta-feira, no pátio do Centro de Turismo, há mais de 20 anos. Lá é possível ter contato com artesanato, gastronomia e, é claro, com o melhor do xote, xaxado, baião: o autêntico forró pé de serra!

Xô aperreio! Em Natal não tem lugar para desânimo! Antes de passar pelas nossas duas últimas paradas, vale a pena contar uma curiosidade que soube por lá. A capital potiguar, ou natalense, foi fundada no dia 25 de dezembro de 1599 às margens dos já citados Rio Potengi e Fortaleza dos Reis Magos. Localidade conhecida também como esquina do continente, já que fica no extremo Nordeste do Brasil. Além disso, comumente se é falado, por exemplo, “Prefeitura do Natal” e não “de”, outra relação com a data de surgimento e toda a simbologia que a envolve.

Nossa viagem está chegando ao final, mas antes do desembarque, darei só o gostinho de dois outros passeios.

Ao pegar a rodovia 101 rumo ao litoral sul, várias belezas nos aguardam no caminho. O trajeto também pode ser feito de buggy pela praia e, passados 80 km, chega-se em Pipa, no município de Tiabu do Sul. O local nos aguarda com inúmeras atrações: a baía dos golfinhos, morada também de tartarugas marinhas, belíssimas paisagens, águas mornas ora bravias, ora formadoras de piscinas naturais. Resumindo: Pipa é um encanto e, em breve, terá um post só para ela!

No caminho para Pipa... Praia de Cacimbinhas! Para descer é preciso encarar uma escadinha! Haja equilíbrio!


Pipa! Ao fundo a Baía dos Golfinhos.


Praia do Amor! Outra atração da região de Pipa! (Nos anos oitenta foi gravado lá um trecho da abertura do Fantástico com a atriz Isadora Ribeiro!)

Outro lugar que merece destaque é a Barra do Cunhaú. Um pouco mais distante de Pipa, no município de Canguaretama. Paradisíaca, possui um cenário de tirar o fôlego e também oferece boa estrutura turística. Quem é o nosso guia por aqui é o meu amigo Gustavo Andrade, que relata: “praia mais bonita que já vi, esse lugar é doido d+++++++++ e só tem gringo, acho q eu era o único brasileiro la HAhahaH. Tem um quiosque pra servir bebida, comida e tudo, mesmo sendo uma praia praticamente deserta”. Falou e disse, Foca! E são dele as lindas imagens que encerram nossa viagem de hoje!

Travessia para a Barra do Cunhaú (por Gustavo Andrade)


Logo na chegada à Barra do Cunhaú (por Gustavo Andrade)


Foto que gerou o relato citado acima! hehe Barra do Cunhaú (por Gustavo Andrade)


Nobre companheiro de passeio, a excursão a Natal fica por aqui! Obrigada pela atenção e até o nosso próximo destino! Faça como meu amigo e mande também o seu relato, sugestão ou comentário!

Grande abraço e… Bon Voyage!!!

Hoje com imagem! 😀


Saiba mais sobre Pipa aqui!

Saiba mais sobre a Barra do Cunhaú aqui!

5 comentários

Deixe uma resposta