adidas_falso

O perigo da falsificação

Fun,Publicidade

Temos que adimitir que muitos produtos falsificados são tão próximos dos originais, que dependendo do dinheiro gasto fica melhor comprar o mais barato. Imagina comprar um boné de R$70 e sair com ele pelas ruas. Perigoso demais!!! Consciente das constantes imitações dos seus produtos, a ADIDAS, usando a força da sua marca, fez uma série de propagandas alertando para o risco de um produto falsificado.

A mãe entra na sala e vê o boné novo do Marcelinho. Ela suspeita de já ter visto aquele desenho da frente em algum lugar… Pára, pensa e pensa….

– Ah, foi na camisa daquele jogador gordo.

– Que jogador, mãe? (Marcelinho entra pela porta)

– Aquele gordo, dos dentes separados, do Brasil.

– Ronaldinho.

– Esse mesmo… (a mãe logo conclui que o boné era da famosa marca da camisa do Brasil e que o boné era importado).

– Quando você comprou esse boné?

– Ontem na volta da escola.

– Com que dinheiro?

– Eu vinha juntando o dinheiro do lanche.

– O dinheiro da coxinha com copo de 180ml?

– É…por quê?

– Nada, nada!

Desconfiada, a mulher procura seu marido e diz acreditar que o menino está envolvido com drogas.

Tomado por um espírito de cólera, o pai furioso vai em direção ao quarto do filho. Marcelinho foi obrigado a desligar o rádio que tocava um cd pirata do Marcelo D2.

– Que foi, pai?

– Boné bonito! como vc comprou? (nesse momento, o pai tentava segurar toda raiva possível e imaginável de quem havia trabalhado por 14 anos durante 3 turnos para criar um menino em condições um pouco melhores do que o do resto da vizinhança)

– Ah pai, relaxa. Esse daí foi na máfia d….

Antes de poder continuar sua fala e explicar que o boné havia sido comprado na feirinha de Joana Bezerra, onde tudo se acha, nada se garante, e muito se imita, o menino é surpreendido por socos e pontapés de um pai desesperado…

Arrependido, 2h depois, o pai do garoto entra novamente no quarto, tira o menino debaixo da cama, e diz que agora só quer ter uma conversa com ele, algo muito sério.

– (entre lágrimas) O que foi, pai?

Depois de uma pequena hesitação, o homem responde:

– Quantas gramas você acha que precisa vender para a gente comprar uma geladeira nova???

———-

Deixe uma resposta