Eureka! No trono

Eureka

Então, daí que eu voltei, agora pra ficar, porque aqui, aqui é o meu lugar! Pelo menos até o próximo sumiço!

Todos bem? Preparados para mais uma incursão pelo mundo criativo das invenções estranhas mundo afora? Então vamos lá!

Eu nunca entendi muito bem o fascínio dos homens pelo futebol. Um bando de caras correndo pra lá e pra cá, completamente suados e sujos… Vai entender. Bem, como gosto é igual braço, uns têm, outros não, não cabe a mim ficar discutindo essa atração fatal por aqui. O que interessa é esse mictório, que é superbonitnho. Ao atender ao chamado número um da natureza, o sujeito pode brincar de acertar a bolinha e marcar um gol. Olha que alegria!

Peço desculpas pelos temas escatológicos abordados na coluna de hoje, mas vocês hão de concordar comigo que a maioria das pessoas vai adorar a próxima invenção. Quem não queria ter uma mesinha para apoiar jornais, livros, revistas, palavras-cruzadas, sudoku e tudo mais enquanto atende ao chamado número dois da natureza? Pessoalmente, não utilizo nenhum desses artifícios para me distrair nesses momentos da minha vida, mas reconheço que grande parte das pessoas encara esses minutos (ou horas, vai saber) como essencialmente culturais. Aposto que vai ter gente querendo improvisar uma dessas em casa.

A próxima invenção também é muito prática. E muito estranha também. Você, homem, que prima pela sua saúde genital, sabe que os médicos recomendam lavar a mão antes e depois do xixi, certo? Pois é, mas todo mundo sabe que nem sempre vocês seguem essa recomendação. Por isso, que tal adotarem o mictório robô? Quando não der pra lavar a mão antes, o próprio robô tem mãozinhas mecânicas que fazem o “serviço sujo”. Estranho, no mínimo.

E qual é o objeto mais importante de um banheiro? Sim, o papel higiênico. Aquele que sempre acaba antes da hora e te deixa na mão. Por ser imprescindível, ele merece um carinho especial. Que tal um porta-papel com encaixe para iPod? Você pode, inclusive, aliar a mesinha para leitura a este porta-papel e ter momentos inesquecíveis dentro do seu banheiro.

Bom, fico por aqui. Como sempre, comentem, critiquem, elogiem, xinguem a mãe do juiz.

Beijos e até a próxima!

3 comentários

Deixe uma resposta